Cetorolaco de trometamina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cetorolaco de trometamina (medicamento de referência é o Toragesic) é um fármaco utilizado pela medicina como antiinflamatório não esteróide e de potente ação analgésica. Pode ser utilizado pela via oral para tratamentos curtos de dor moderada a grave e em pós-operatórios nas situações de dor aguda a grave pela via parenteral.[1] É um medicamento muito empregado para tratamentos de dor aguda.[2]

A solução oftálmica é utilizado no tratamento de conjutivite alérgica e pós-cirurgia oftálmica.

Mecanismo de ação[editar | editar código-fonte]

Atua por inibição não seletiva da atividade da enzima ciclooxigenase 1 e 2, bloqueando assim a síntese de prostaglandinas. Tem uma fraca actividade como bloqueante anticolinérgico e alfa adrenérgicos.[3]

Farmacocinética[editar | editar código-fonte]

A absorção é rápida e completa, mas a forma intramuscular é absorvido mais lentamente. Consumir com alimentos diminui a velocidade, mas não a extensão da absorção por via oral. A biodisponibilidade após administração oral é de 80 a 100%. Após injecção por via intramuscular, o efeito analgésico começa em 10 minutos, com uma duração de 6 a 8 horas. Após a administração oral, a analgesia ocorre em 30 a 60 minutos, com uma duração de acção de 6 a 8 horas. Faz 99% de ligação às proteínas plasmáticas, atravessa a placenta e é distribuída para o leite materno em pequenas quantidades. A vida média varia entre 3 e 9h. É inativado por hidroxilação no fígado e por conjugação com ácido glucurónico. Seus metabolitos são excretados principalmente na urina (91%), e o restante é excretado nas fezes.[3]

Precauções[editar | editar código-fonte]

O uso por períodos maiores que três meses pode provocar probabilidade de surgir uma úlcera gastroduedenal, hemorragia e perfuração. Em idosos isto é mais acentuado. Pacientes com insuficiência renal ou hepática devem ser monitorados pelo risco de necrose papilar renal.[1]

Interações medicamentosas[editar | editar código-fonte]

O cetorolaco interage com salicilatos, outros AINEs, lítio, anticoagulantes orais, heparina e metotrexato.[1]

Contra-indicações[editar | editar código-fonte]

Como qualquer outro medicamento, o cetocorolato de trometatina é contra-indicado nos casos de hipersensibilidade aos componentes de sua formulação. Também, seu uso deve ser evitado nos casos de crianças menores de 16 anos, grávidas e lactentes. Pacientes com úlceras, hemorragia cerebrovascular, diátese hemorrágica, problemas na hemostasia, reação broncospáticas a AINE's, hipovolemia, desidratação aguda e síndrome de pólipo nasal não podem receber o medicamento.

Referências

  1. a b c P.R. Vade-mécum ABIMIP 2006/2007
  2. ShiA,Walker SE, Law S - Stability of ketorolac tromethamine in IV solutions and waste reduction. Can J. Hosp Pharma 2000; 53:263-269.
  3. a b Vademecum da ANMET http://www.iqb.es/cbasicas/farma/farma04/k004.htm