Chácara Flora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chácara Flora
Bairro de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg
Fundação: maio de 1914 (103 anos)[1]
Imigração predominante:  Alemanha Flag of Spain.svg Espanha
 Portugal  Inglaterra  Suécia  Dinamarca e  Noruega
Distrito: Santo Amaro
Subprefeitura: Santo Amaro
Região Administrativa: Centro-Sul

Chácara Flora é um bairro nobre e fechado com mais de 1 milhão de metros quadrados localizado dentro da Zona Sul da cidade de São Paulo (Brasil[2]). Ele foi construído pelo engenheiro e engenheiro civil Louis Romero Sanson, sócio majoritário da S/A Derron Sanson, o idealizador da autoestrada que deu origem a Avenida Washington Luís. Com objetivo de construir uma estrada ligado São Paulo e Santo Amaro (que antes era um município que foi anexado a capital paulista no ano de 1935[3]).[1][4] O bairro é conhecido por sua vasta área verde e qualidade de vida acima da média em relação a outros bairros da cidade de São Paulo.[1] Além disso, limita-se com o Jardim Prudência, Jardim Marajoara, Alto da Boa Vista, Chácara Monte Alegre e o Brooklin Paulista.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Dentro do bairro, no ano de 1886, passou o trem que saía da rua São Joaquim até a estação "do encontro"- local onde se encontra a atual Igreja de São Judas Tadeu-, e finalizava seu trajeto na vila de Santo Amaro, na praça Santa Cruz, onde está hoje a escola Lineu Prestes. Ele demorava uma hora e meia para concluir todo seu percurso, e, além de passar pela Chácara Flora, passava cruzando campos que hoje conhecemos pelos bairros de nomes Aeroporto, Campo Belo e Brooklin Paulista.[5]

Nesse bairro, já esteve no trajeto bonde que ligava a Praça da Sé ao Centro de Santo Amaro, que foi município até 1935, e em 1968 os bondes foram desativado. Além desse, já esteve localizado o pédagio da Autoestrada S/A, atual Avenida Washington Luís e também o término da autoestrada até 1939[6].[4][7][8]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

O bairro Chácara Flora possui uma reserva de Mata Atlântica (uma importante floreta tropical do mundo[9]) no seu interior. Sua vegetação é aquela chamada de vegetação cotidiana - quando há arborização, com pouca diversidade animal, especialmente de aves e insetos[10]. Além disso, o bairro apresenta 60% da área das quadras coberta por dosséis arbóreos e possui a maior mancha de vegetação mapeada.[11]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

O condomínio fechado e bairro, Chácara Flora, que possui, aproximadamente, 170 mansões e uma reserva preservada da Mata Atlântica não tem imagens divulgadas para o acesso no programa Google Street View, sendo a guarita na rua Visconde de Porto Seguro a única imagem disponível.[12]

Referências

  1. a b c d http://emsintonia.com.br/em-santo-amaro/historia/chacara-flora-100-anos/
  2. Digital, CacauLimão Comunicação. «Brasil - informações, geografia, bandeira do Brasil, mapa, economia, dados». www.suapesquisa.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  3. «Banco de Dados Folha - Acervo de Jornais». almanaque.folha.uol.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  4. a b http://www.saopaulominhacidade.com.br/historia/ver/6826/O%2Bque%2Bha%2Bem%2Bcomum%2Bentre%2Ba%2BCidade%2BSatelite%2Bde%2BInterlagos%252C%2BAvenida%2BWashington%2BLuis%2Be%2Bo%2BAeroporto%2Bde%2BCongonhas%253F
  5. Roschel, Renato. «HISTÓRIA DOS BAIRROS PAULISTANOS - SANTO AMARO». Banco de Dados Folha. Consultado em 30 de abril de 2017 
  6. LTDA, Vivaweb Internet. «Santo Amaro: eixo histórico dos transportes, trem, bonde e metrô, no mesmo itinerário :: São Paulo - Minha Cidade». www.saopaulominhacidade.com.br. Consultado em 2 de maio de 2017 
  7. http://www.saopaulominhacidade.com.br/historia/ver/9135/Santo%2BAmaro%253A%2Beixo%2Bhistorico%2Bdos%2Btransportes%252C%2Btrem%252C%2Bbonde%2Be%2Bmetro%252C%2Bno%2Bmesmo%2Bitinerario
  8. http://tede.mackenzie.com.br/tde_arquivos/2/TDE-2010-10-04T122247Z-1031/Publico/Henrique%20Dinis3.pdf
  9. Digital, CacauLimão Comunicação. «Mata Atlântica - características, fauna, flora, animais, vegetação, extinção». www.suapesquisa.com. Consultado em 1 de maio de 2017 
  10. Digital, CacauLimão Comunicação. «Insetos - características, vida, espécies, reprodução». www.todabiologia.com. Consultado em 2 de maio de 2017 
  11. Cruz, Bruno Madeira (16 de março de 2012). «PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS PARA AVALIAÇÃO DA ARBORIZAÇÃO URBANA NA CIDADE DE SÃO PAULO». Paisagem e Ambiente. Consultado em 30 de abril de 2017 
  12. Baumant, Osimara (10 de outubro de 2010). «Muitos ricos e muitos pobres não têm vez no Google Street View». Folha de S.Paulo. Consultado em 30 de abril de 2017 


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.