Chanceler do Tesouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chanceler do Tesouro do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte
Royal Coat of Arms of the United Kingdom (HM Government).svg
Brasão do Governo do Reino Unido
Designado por Isabel II do Reino Unido
Website https://www.gov.uk/government/ministers/chancellor-of-the-exchequer

O Chanceler do Tesouro (Chancellor of the Exchequer) do Reino Unido, muitas vezes abreviado para Chanceler,[1] é um Ministro da Coroa do Governo do Reino Unido, e o diretor executivo do Tesouro de Sua Majestade. Não é certa a origem do cargo, que existe pelo menos desde o século XII,[2] e já foi ocupado por personalidades como Thomas Cromwell, Charles Townshend ou Winston Churchill.

De 13 de fevereiro de 2020 até 5 de Julho de 2022, este cargo foi ocupado por Rishi Sunak, que foi nesta data substituído por Nadhim Zahawi.[3] Em 6 de setembro de 2022, com a formação do novo governo a cargo da premiê Liz Truss, o novo titular do cargo se tornou Kwasi Kwarteng.[4]

Ícone de esboço Este artigo sobre a política do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Martin, Ben (13 de julho de 2016). «Who is Philip Hammond, Britain's new Chancellor, and what are likely to be his first steps?». The Telegraph. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2022 – via www.telegraph.co.uk 
  2. Chrimes Administrative History pp. 62–63
  3. «Chancellor of the Exchequer». gov.uk 
  4. «Who is Kwasi Kwarteng? New UK chancellor likes a challenge». BBC News (em inglês). 6 de setembro de 2022. Consultado em 6 de setembro de 2022