Chapa e cruz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Chapa e cruz é uma expressão regional típica da cidade brasileira de Cuiabá, no estado de Mato Grosso, que designa o cuiabano autêntico, "puro de origem",[1] similar às expressões carioca da gema e gaúcho pêlo-duro. Uma origem dessa expressão seria a interpretação popular do brasão, sendo chapa referência à parte metálica do brasão e cruz ao desenho provavelmente mais comum dele.[1] Outra hipótese é a que chapa represente a certidão de nascimento e cruz a de óbito, simbolizando o nascimento em Cuiabá e o desejo de lá morrer.[2]

Referências

  1. a b BARROS, Abílio Leite de. Gente pantaneira: crônicas de sua história. Rio de Janeiro: Lacerda Editores, 1998, p. 34. ISBN 8573840102
  2. ALMEIDA, Manoel Mourilvaldo Santiago. Uma experiência, em Lisboa, sobre a pesquisa dialectológica, p. 8. In: MEGALE, H. (Org.). Filologia Bandeirante. São Paulo: Humanitas, 2000, v. 1, p. 237-250. (Estudos) ISBN 858608784X. Disponível em<http://www.fflch.usp.br/dlcv/lport/MSAlm007.pdf>, acesso em 19 de novembro de 2006

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete Chapa e cruz.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.