Charles Durning

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Durning
Charles Durning em 2008
Nascimento 28 de fevereiro de 1923
Highland Falls
Nacionalidade norte-americano
Morte 24 de dezembro de 2012 (89 anos)
Nova Iorque
Ocupação Ator
Atividade 1963 - 2012
Cônjuge Carol Durning (? - 1972)
Mary Ann Amelio (m. 1973)
Prémios Screen Actors Guild
Prémio Screen Actors Guild Life Achievement
2007
IMDb: (inglês)

Charles Durning (Highland Falls, 28 de fevereiro de 1923Nova Iorque, 24 de dezembro de 2012)[1] foi um premiado ator norte-americano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ele nasceu pobre, em uma família irlandesa de dez filhos em 1923, e perdeu cinco de nove irmãos, passou incólume pelo desembarque dos aliados na Normandia, além de ter sido feito prisioneiro de guerra na Batalha de Bulge.

Sua carreira se inicia no teatro de revista (ou burlesco), em Buffalo, Nova York, quando subiu ao palco de improviso para substituir um comediante que estava bêbado demais para continuar o seu número.

Embora ele tenha interpretado todo tipo de personagem, desde funcionários públicos até os homens mais comuns, Durning pode ser lembrado pelo público de cinema por seu papel indicado ao Óscar como um governador corrupto de "A Melhor Casa Suspeita do Texas" (1982).

Um ano depois de "A Melhor Casa Suspeita do Texas", Durning recebeu outra indicação ao Oscar, por sua interpretação de um oficial nazista trapalhão na comédia de Mel Brooks "Ser ou Não Ser". Ele também foi indicado para um Globo de Ouro como o tenente da polícia atormentado de "Um Dia de Cão" (1975).

Ele rapidamente fez uma boa impressão sobre o público de cinema em 1973, como o policial corrupto perseguindo homens como Paul Newman e Robert Redford na comédia vencedora do Oscar "Golpe de Mestre".

Dezenas de retratos notáveis se seguiram. Ele foi o candidato a pretendente de Dustin Hoffman, posando como uma estrela de novelas em "Tootsie"; o vendedor infame de pernas de rã em "The Muppet Movie", e o Chefe Brandon em "Dick Tracy", de Warren Beatty. Ele interpretou o Papai Noel em quatro filmes diferentes feitos para a televisão e foi o papa no telefilme "I Would be Called John: Pope John 23".

Charles Durning, em 2008 "Eu nunca recusei qualquer coisa e nunca discuti com qualquer produtor ou diretor," Durning disse em 2008, quando foi homenageado com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood.

Muitos críticos se surpreendiam como um homem corpulento poderia ser tão ágil em números de música e dança, não percebendo que Durning tinha sido um instrutor de dança no início de sua carreira. Na verdade, ele conheceu sua primeira esposa, Carol, quando ambos trabalhavam em um estúdio de dança.

Ele ganhou um Globo de Ouro como melhor ator coadjuvante de TV em 1991 por sua interpretação de John "Honey Fitz" Fitzgerald no filme de TV "The Kennedys of Massachusetts" e um Tony em 1990 como Big Daddy no revival da Broadway de "Gata em Teto de Zinco Quente".

Durning, que atuou em mais de 100 filmes e dezenas de programas de televisão, morreu em dezembro de 2012, em sua residência em Nova York aos 89 anos. Encontra-se sepultado no Cemitério Nacional de Arlington, Arlington, Virgínia no Estados Unidos.[2]

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charles Durning