Charlie Simpson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde dezembro de 2016).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Charlie Simpson
Informação geral
Nome completo Charlie Robert Simpson
Também conhecido(a) como Chaz, Simo
Nascimento 7 de junho de 1985
Origem Woodbridge Suffolk, Inglaterra
País Inglaterra Flag of England.svg
Gênero(s) Pop Rock, Pop Punk e Alternative Metal
Instrumento(s) Guitarra, Bateria, Baixo Piano e Vocal.
Período em atividade Vocalista, guitarrista e compositor do Busted de 2001 a 2005. De 2003 a atualmente canta no Fightstar.
Afiliação(ões) Busted
Fightstar

Charlie Robert Simpson nasceu em 7 de junho de 1985 em Woodbridge, Suffolk, Inglaterra. Foi membro mais novo do grupo Busted e atualmente é vocalista e guitarrista do grupo Fightstar.

História[editar | editar código-fonte]

Foi o membro mais jovem do extinto grupo punk pop Busted. No momento é líder, vocalista e guitarrista do grupo Fightstar. Tem dois irmãos maiores (Will e Edd - Will é vocalista e guitarrista de um grupo chamado Brigade, e Edd toca em uma banda chamada Prego). Simpson tem descendentes musicais, como Sir William Sterndale-Bennett, que e 1826 foi um importante pianista e compositor britânico e uma pessoal notavél em sua época.

Simpson estudou na escola pública Uppingham. Charlie prestou um exame chamado GCSE muito importante na escola. Charlie conseguiu uma nota A . Para passar na prova, Charlie tocou "Miss You Love" da banda Silverchair do álbum Neon Ballroom. Nessa escola também estudaram: Harry Judd do McFly, Steven Fry e John Vaughn. Foi selecionado como terceiro membro do Busted depois de responder a um anúncio da revista NME posto pelos outros integrantes do grupo, Matt Willis e James Bourne. Charlie toca guitarra, piano, bateria e baixo, e é vocalista e compositor. Em 14 de janeiro de 2005 Simpson decidiu deixar o Busted e concentrar-se em sua nova banda Fightstar.

Mundo Musical[editar | editar código-fonte]

Charlie participou do Busted de 2001 a 2005. Com o grupo ele conseguiu, fama, sucesso e muito reconhecimento. Reconhecimento utilizado para divulgar sua nova banda. O Fightstar teve a sua primeira apresentação com Charlie ainda fazendo parte do Busted. Com o fim do Busted, Charlie resolveu se dedicar a sua nova banda. A partir desse momento, Charlie seria alvo de vários críticos, já que pôs sua vida musical em jogo, para sair do mega-sucesso Busted e entrar para o então desconhecido Fightstar. A primeira crítica recebida veio de nada mais nada menos de Paul Brannigan de uma famosa revista britânica chamada Kerrang!. Paul escreveu o seguinte:

"Grand Unification é um dos mais melhores álbuns de rock britânico da última década".

Fightstar foi eleito pela mesma revista por dois anos seguidos a melhor "Nova Banda Britânica" e o "Melhor Grupo Britânico do Ano". Charlie compôa com sua nova namorada Sarah Smith algumas músicas inspirada em sua antiga namorada para o CD "One Day Son (This Will All Be Yours)".

Fase Fightstar[editar | editar código-fonte]

Simpson está com o Fightstar desde 2003. Liberou cinco faixas de um EP chamado "They Liked You Better When You Were Dead", e até o momento já lançou três álbuns chamados "Grand Unification", "One Day Son, This Will All Be Yours" e o mais novo lançamento "Be Human. Simpson tem feitos turnês com o Fightstar desde 2003. Passou três anos na gravadora "Gut Records" no Reino Unido e na "Trustkill Records" nos Estados Unidos.

Charlie produziu e lançou um CD chamado "The Suffolk Explosion", que foi lançado pelo selo musical "Sandwich Leg Records". Este CD tem como objetivo divulgar bandas da pequena cidade de Suffolk, cidade natal de Charlie. Charlie também tem participação no CD como uma música acústica e solo chamada "Carry Her".

O segundo álbum da banda "One Day Son, This Will All Be Yours" foi lançado em 24 de setembro através da gravadora Gut/Institute Records.

Simpson também têm álbuns lançados pelo Busted e pela banda de metal This Is Menace e no evento de caridade chamado Band Aid 2.0.

A banda confirmou sua presença no Download 2008.

Projetos paralelos[editar | editar código-fonte]

Charlie foi convidado para participar do segundo CD da banda This is Menace, o nome do CD é The Scene Is Dead.

Charlie escreveu e cantou a música "Avenue of Heroes". A canção foi o principal single da banda.

Mas Charlie teve que voltar ao Fightstar para terminar seus compromissos de shows.

A Caridade e Simpson[editar | editar código-fonte]

Charlie participou do CD "Do They Know It's Christmas" no Band Aid 2.0 cantando e tocando guitarra com sua antiga banda o Busted junto com grupos como Coldplay, Bono Vox, Snow Patrol etc.

Simpson é patrono oficial de uma fundação chamada Out & About que cuida de crianças deficientes e que não podem realizar atividades de lazer que está localizada em Norfolk e em sua cidade natal Suffolk.

Simpson deu a seguinte declaração:

"Cresci em Suffolk, participei de todos os tipos de atividades de lazer e que deveria ser para todos os jovens, quer sejam eles deficientes ou não. Estou ansioso para apoiar Out & About e ganhar mais adeptos ".

Discografia[editar | editar código-fonte]

Pelo Busted: Busted (álbum), A Present for Everyone, Busted Live: A Ticket for Everyone.

Pelo Fightstar: Grand Unification, One Day Son, This Will All Be Yours, Be Human

Projeto solo: Young Pilgrim