Chasing Liberty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chasing Liberty
À Procura de Liberty (PT)
Curtindo a Liberdade (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2004 •  cor •  111 min 
Direção Andy Cadiff
Produção Broderick Johnson
Andrew Kosove
David Parfitt
Roteiro Derek Guiley
David Schneiderman
Elenco Mandy Moore
Matthew Goode
Jeremy Piven
Annabella Sciorra
Caroline Goodall
Mark Harmon
Gênero Comédia romântica
Música Christian Henson
Cinematografia Ashley Rowe
Edição Jon Gregory
Companhia(s) produtora(s) Alcon Entertainment
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 9 de janeiro de 2004
Brasil 23 de abril de 2004
Idioma Inglês
Orçamento US$23 milhões[1]
Receita US$12,313,323[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Chasing Liberty (no Brasil: Curtindo a Liberdade - em Portugal: À Procura de Liberty) é um filme de comédia romântica estadunidense de 2004 dirigida por Andy Cadiff e estrelado por Mandy Moore e Matthew Goode.[2] Escrito por Derek Guiley e David Schneiderman, o filme é sobre a filha de dezoito anos de idade do presidente dos Estados Unidos cuja rebelião contra a presença constante de agentes do Serviço Secreto em sua vida leva a uma aventura europeia e um inesperado romance. Chasing Liberty foi filmado em Praga, Veneza, Berlim, Londres, e Washington, DC.[3]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme trata da história da jovem Anna, filha do presidente dos Estados Unidos, que cansada de viver rodeada de seguranças foge de seus pais e, junto de um rapaz chamado Ben, que é, sem que ela saiba, um agente secreto à serviço de seu pai, por quem acaba se apaixonando perdidamente. E logo ao saber a verdade sobre a profissão do rapaz, sente-se desapontada. Mas, quando viram que se amavam, não deixaram essa paixão escapar tentaram juntos aproveitar esses poucos dias de liberdade.[4][5]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

O enredo foi inspirado diretamente em Chelsea Clinton, que foi fotografada tentando misturar-se com outros estudantes de um jogo de basquete em Stanford.[7]

O problema que Anna Foster enfrenta no filme—a superproteção de agentes do Serviço Secreto agentes que se comportam como acompanhantes indesejados ao proteger os filhos dos funcionários do governo dos Estados Unidos—já havia fornecido material de história para a comédia First Family, estrelado por Bob Newhart como o presidente dos Estados Unidos.[2]

A história de muitas formas ecoa o filme Roman Holiday, com Gregory Peck, Audrey Hepburn, e Eddie Albert. Hepburn como uma princesa que vai para longe de seus protetores para ser escoltada por um repórter em torno de Roma (também em uma motoneta) por Peck, não percebendo que ele sabe sua identidade e planeja uma manchete de revista. Em ambos os filmes, o casal está acompanhado por um amigo pateta, neste caso interpretado por Albert.

Locações[editar | editar código-fonte]

As cenas exteriores da Casa Branca foram na verdade filmadas no Hylands House em Chelmsford, Essex, Inglaterra, por causa de sua semelhança com a Casa Branca. Plantas da Casa Branca também foram usados ​​para criar uma réplica digital, que ajudou a fazer as cenas externas parecem autênticas. Estes projectos causaram alguns problemas ao diretor quando viajou para Washington, DC, como a mala também continha material de origem sobre o Salão Oval, entre outras coisas.[carece de fontes?]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora foi indicada para o Prêmio Mundial Soundtrack em 2004.[8]

  • "American Girl" (Tom Petty) realizado por Tom Petty and the Heartbreakers
  • "Life Will Go On" (Chris Isaak) realizado por Chris Isaak
  • "If I'm Not in Love" (Dawn Thomas) realizado por Faith Hill
  • "Stop the Rock" (Hoxley, Gray, Noko) realizado por Apollo 440
  • "Vivi Davvero" (Giorgia) realizado por Giorgia
  • "Stay Away" (Robert Schwartzman) realizado por Rooney
  • "Melody" (Joe DuBass Henson, Darren Rose, Wasi) realizado por 7th Sun
  • "The Seed" (Tariq Trotter, Cody ChesnuTT) realizado por The Roots
  • "Deja Vu" (Frantisek Cerny) realizado por Frantisek Cerny, Milan Cimfe e Pavel Karlik
  • "If You Won't" (Jesse Harris) realizado por Jesse Harris
  • "Who Needs Shelter" (Jason Mraz, Eric Schermerhorn, Chris Keup) realizado por Jason Mraz
  • "Get Busy" (Sean Paul, S. Marsden) realizado por Sean Paul
  • "You're Free" (John Ciafone, Lem Springsteen, Ultra Naté, Paul Masterson) realizado por Yomanda
  • "Satisfaction" (A Benassi) realizado por Benny Benassi apresenta The Biz
  • "Wide Open Space" (Paul Draper) realizado por Mansun
  • "Nessun dorma" (Giacomo Puccini) realizado por Amici Forever
  • "To Be With You" (Caroline Lost, Christian Henson) realizado por Caroline Lost[9]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Chasing Liberty abriu em 9 de janeiro de 2004, em todo o mundo em 2,400 cinemas, ganhando $6,081,483 em sua semana de estreia. Ele faturou $12,195,626 no mercado interno, com um adicional de $117,697 em receita estrangeira, totalizando $12,313,323 em receitas brutas de todo o mundo, deixando de trazer de volta o seu orçamento de $23 milhões.[1]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Chasing Liberty teve recepção mista por parte da crítica especializada. Em base de 32 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 46% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 6.4, usada para avaliar a recepção do público.[10] O filme recebeu uma resposta morna da crítica, mas ganhou três Teen Choice Awards. Chasing Liberty atualmente detém uma classificação de 18% no Rotten Tomatoes baseado em 115 comentários.[11] Michael O'Sullivan do The Washington Post descreveu o filme como uma "mistura de doçura temperada com cinismo genial".[11]

Roger Ebert encontrado o filme "surpreendentemente bom em áreas onde ele não precisa ser bom em tudo, e péssimo em áreas onde tem de ter sucesso". Ebert gostou do desempenho de Moore, escrevendo que "Moore é simplesmente simpática", e sendo uma mistura de Mary Tyler Moore, Sally Field e Doris Day".[12]

Em sua revisão para ReelViews, James Berardinelli chamou Chasing Liberty "uma comédia romântica adolescente bastante normal."[13]

Em sua revisão no San Francisco Chronicle, Mick LaSalle escreveu, "Chasing Liberty é uma espécie de remake de "It Happened One Night" (1934), atualizado e reformulado para um público jovem que não vai reconhecer a conexão". LaSalle aplaude a capacidade do filme de evocar a experiência de uma jovem de estar sozinha, pela primeira vez, escrevendo, "Anna e Ben brincar através de Praga e, mais tarde, Veneza, tendo aventuras e desventuras e conhecer vários personagens coloridos, e é tudo muito envolvente. Entendemos que esta liberdade significa para Anna, em parte graças à inteligência expressiva de Moore, mas também através da técnica do diretor Andy Cadiff. Vemos um concerto de rock, uma exibição ao ar livre de fim de noite de um filme lírico e os esplendores de cidades históricas vistos por meio da olhos de uma jovem pela primeira vez".[14]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • 2004 Teen Choice Award Nomination for Choice Breakout Movie Star – Masculino (Matthew Goode)
  • 2004 Teen Choice Award Nomination for Choice Movie – Date Movie
  • 2004 Teen Choice Award Nomination for Choice Movie Atriz – Drama/Ação Aventura (Mandy Moore)
  • 2004 Teen Choice Award Nomination for Choice Movie para Melhor Mentiroso (Matthew Goode)
  • 2004 World Soundtrack Award Nomination para Descoberta do Ano (Christian Henson)[8]

Filmes parecidos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Chasing Liberty». Box Office Mojo. Consultado em 26 de março de 2012 
  2. a b «Chasing Liberty». Internet Movie Database. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  3. a b «Filming locations for Chasing Liberty». Internet Movie Database. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  4. «Chasing Liberty». Filmow. Consultado em 2 de agosto de 2014 
  5. «Chasing Liberty». InterFilmes. Consultado em 2 de agosto de 2014 
  6. «Full cast and crew for Chasing Liberty». Internet Movie Database. Consultado em 26 de março de 2012 
  7. Nevius, CW (22 de janeiro de 2004). «Just ask Chelsea, Jenna and Barbara». San Francisco Chronicle. Consultado em 27 de setembro de 2006 
  8. a b «Awards for Chasing Liberty». Internet Movie Database. Consultado em 12 de janeiro de 2012  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "imdbawards" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  9. «Soundtrack for Chasing Liberty». Internet Movie Database. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  10. «Chasing Liberty» (em inglês). Metacritic. Consultado em 2 de agosto de 2014 
  11. a b «Chasing Liberty (2004)». Rotten Tomatoes. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  12. Ebert, Roger (9 de janeiro de 2004). «Chasing Liberty». Chicago Sun-Times. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  13. Berardinelli, James. «Chasing Liberty». ReelViews. Consultado em 19 de janeiro de 2012 
  14. LaSalle, Mick (9 de janeiro de 2004). «Mandy Moore rises above cute in 'Liberty». San Francisco Chronicle. Consultado em 19 de janeiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]