Chi Rho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O símbolo Chi-Rho.

O Chi Rho é um cristograma [1] muito usado antes mesmo do tempo do imperador Constantino e adquiriu grande popularidade depois que ele o adotou para o seu lábaro.[2]

O símbolo é formado pela sobreposição das duas primeiras letras (iniciais) chi e rho (ΧΡ) da palavra grega "ΧΡΙΣΤΟΣ" = Cristo de tal modo a produzir o monograma.

O símbolo de Chi-Rho também foi usado por escribas pagãos gregos para marcar textos, na margem, como uma passagem particularmente valiosa ou relevante; as letras combinadas Chi e Rho neste caso chrēston, significando "bom."[3] Algumas moedas de Ptolemeu III Evérgeta (r. 246–222 a.C.) eram marcadas com Chi-Rho.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Conta a história que enquanto Constantino estava a caminho de uma difícil batalha na Ponte Mílvia (cuja qual o aguardava um exército maior e mais forte sob a liderança de Magêncio) viu uma visão no céu do Chi Rho e ouviu uma voz proclamar: "Por este sinal conquistarás" (do latim: "In hoc signo vinces"[5]). Constantino ordenou rapidamente que o Chi Rho fosse pintado em todos os escudos dos soldados e em seu lábaro (estandarte). O exército de Constantino ganhou a batalha.

Há outra versão que diz que ele teve um sonho na noite anterior a batalha, e que alguém em seu sonho disse-lhe para colocar o símbolo em seus escudos para enfrentar o inimigo[6].

Há uma explicação mais completa descrita no capítulo "Visão de Constantino" no artigo sobre a batalha da Ponte Mílvia.

Referências

  1. Allied Chambers (1998). The Chambers Dictionary. Allied Publishers. p. 293. ISBN 978-81-86062-25-8.
  2. Urbano Zilles (1994). Significação dos símbolos cristãos. EDIPUCRS. p. 146. ISBN 978-85-7430-555-4.
  3. Southern 2001, p. 281; Grant 1998, p. 142.
  4. von Reden 2007, p. 69: "A série Chi-Ro do reinado Euergetes tinha sido a mais extensa série de moedas de bronze já cunhadas, incluindo oito denominações de 1 chalkous a 4 óbolos".
  5. «In hoc signo vinces». Wikipédia, a enciclopédia livre. 25 de outubro de 2016 
  6. «Batalha da Ponte Mílvia». Wikipédia, a enciclopédia livre. 27 de abril de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]