Chiapetta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chiapetta
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Chiapetta
Bandeira
Brasão de armas de Chiapetta
Brasão de armas
Hino
Lema Terra da produtividade
Gentílico chiapetense
Localização
Localização de Chiapetta no Rio Grande do Sul
Localização de Chiapetta no Rio Grande do Sul
Mapa de Chiapetta
Coordenadas 27° 55' 22" S 53° 56' 27" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Inhacorá, São Valério do Sul, Santo Augusto, Nova Ramada, Ijuí e Catuípe
Distância até a capital 467 km
História
Fundação 15 de dezembro de 1965 (54 anos)
Aniversário 15 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Eder Both (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 396,483 km²
População total (est. IBGE/2018[2]) 3 794 hab.
Densidade 9,6 hab./km²
Clima subtropical úmido
Altitude 483 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000) 0,760 alto
PIB (IBGE/2008[3]) R$ 74 875,170 mil
PIB per capita (IBGE/2008[3]) R$ 18 112,04

Chiapetta é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Situada na mesorregião do Noroeste Rio-Grandense e microrregião de Ijuí. Tem sua economia baseada na pecuária e agricultura, tendo como sua principal fonte de exploração o trigo, o milho e a soja. Cidade pequena e hospitaleira, característica marcante das cidades de colonização alemã e italiana da região.

História[editar | editar código-fonte]

A área que hoje forma o município de Chiapetta pertencia a Santo Ângelo. O povoado inicialmente denominou-se Sede Vitória. Como a colonização inicial foi feita pela família Chiapetta, o nome foi mudado para homenageá-la.

O nome Chiapetta, tem sua origem na figura de Carlos Chiapetta, membro de uma família que, vinda da Itália em 1883, plantou o marco inicial de uma comunidade, onde seus descendentes, irmandados a um valoroso povo, ainda hoje, constroem o progresso desta terra e buscam a valorização de sua gente. Dotado de grande espírito empreendedor, Carlos Chiapetta, já casado com Victória Carvalho D´Avila Chiapetta, cujo matrimônio ocorreu em São Gabriel (RS), adquiriu em fins do Século XIX, uma área de terras de seis léguas, composta por campos e matas, localizada na época no município de Santo Ângelo, denominada de fazenda Monte Alvão.

A propriedade, que um dia viria a ser município, foi comprada de Francisco Annes Dias cuja negociação foi intermediada pelo eminente político serrano, general Firmino de Paula. Mais tarde, já viúva, Victória Carvalho D´Avila Chiapetta, dotada de singular tirocínio e alto senso empreendedor, elaborou, com a colaboração dos filhos, um plano básico para criação de uma futura Vila, que previamente planejada, começou a receber comerciantes, produtores rurais e prestadores de serviços, que impulsionaram o desenvolvimento da colonização. Não há explicações para a diferença de grafia "Chiapetta" e "Chiapeta".

Formação Administrativa[editar | editar código-fonte]

Distrito criado com a denominação de Chiapetta, pela lei municipal nº 29, de 31 de janeiro de 1955, com território desmembrado do distrito de Inhacorá e anexado ao município de Santo Ângelo. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Chiapetta, figura no município de Santo Ângelo. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Elevado à categoria de município com a denominação de Chiapetta, pela lei estadual nº 5155, de 15-12-1965, desmembrado do município de Catuípe. Sede no antigo distrito de Chiapetta. Constituído do distrito sede. Instalado em 28 de maio de 1966. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído do distrito sede. Assim permencendo em divisão territorial datada de 2007.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área de 396,483 km² e sua população estimada em 2018 foi de 3.794 habitantes. Sua localização segue as seguintes coordenadas: Latitude 27° 55′ 22″ Sul, Longitude 53° 56′ 27″ Oeste. Sua distância da capital é de 467 km.

Clima[editar | editar código-fonte]

O município está localizado em área subtropical, seu clima é temperado, com quatro estações distintas. Em Chiapetta existe uma pluviosidade significativa ao longo do ano. Mesmo o mês mais seco ainda assim tem muita pluviosidade. A média anual de pluviosidade é de 1830 mm. 132 mm é a precipitação do mês Março, que é o mês mais seco. O mês de Outubro é o mês com maior precipitação, apresentando uma média de 187 mm.

Dados climatológicos para Chiapetta
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30,3 29,6 27,6 24,1 21,3 19,8 20,6 22,3 24,1 26,5 28,4 28,3 25,2
Temperatura média (°C) 24,2 23,7 21,6 18,3 15,8 14,4 14,8 16,3 18 20,2 21,9 22 19,3
Temperatura mínima média (°C) 18,2 17,8 15,7 12,6 10,3 9,1 9 10,3 11,9 13,9 15,5 15,8 13,3
Precipitação (mm) 152 141 132 161 166 165 135 137 162 187 145 147 1 830
Fonte: Climate-Data.org[4]

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01/07/2018». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 01 de julho de 2018. Consultado em 02 de julho de 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Clima:Chiapetta». Climate-Data.org. Consultado em 8 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.