Chicago (musical)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Chicago, veja Chicago (desambiguação).
Chicago
Música John Kander
Letra Fred Ebb
Libreto Fred Ebb
Bob Fosse
Baseado em Chicago, de Maurine Dallas Watkins.
Produção Broadway 1975
Buenos Aires 1977 2001
West End 1979
Hollywood Bowl 2013
Prêmios Tony Award:
Melhor Reapresentação
Melhor Coreografia

Chicago é um musical composto por John Kander, com letras de Fred Ebb e libretto de Ebb e Bob Fosse. A história é uma sátira à corrupção na administração da justiça criminal e ao conceito de "celebridade criminal." O musical é baseado em uma peça teatral de mesmo nome, escrita pela repórter Maurine Dallas Watkins sobre criminosas reais e crimes que ela noticiou. A produção original da Broadway estreou e 3 de Junho de 1975, no 46th Street Theatre e teve um total de 936 performances. Bob Fosse coreografou a produção original, e seu estilo é fortemente identificado com o show. O revival de Chicago, da Broadway, em 1996, bateu o recorde de mais longo revival de musical em cartaz na Broadway e é o sétimo show da Broadway há mais tempo em cartaz na história. Desde 15 de Novembro de 2008, foi exibido em mais de 5000 performances. Uma adaptação cinematográfica da peça foi lançada em 2002.

História[editar | editar código-fonte]

O musical Chicago é baseado em uma peça de teatro de mesmo nome, escrita pela repórter Maurine Dallas Watkins, que foi designada pelo Chicago Tribune para cobrir os tribunais das acusadas a assassinato de 1924: Beulah Annan e Belva Gaertner. Chicago conta a história de duas assassinas rivais presas em Cook County Jail. Velma trabalhava em um nightclub quando matou o marido e a irmã depois de encontrar os dois juntos na cama. Roxie Hart sonha com um mundo de glamour e fama, até que mata seu namorado após uma briga. Velma pede ajuda a matrona da prisão Mama Morton e para o advogado Billy Flynn, para tirá-la da prisão e preparar o mundo para um retorno triunfal dela no showbiz.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 2004, uma versão de Chicago foi apresentada em São Paulo, com direção geral de Scott Faris (que também coordenou a reestreia na Broadway) e adaptação de Cláudio Botelho. O elenco incluía Danielle Winits (Velma Kelly), Adriana Garambone (Roxie Hart), Daniel Boaventura (Billy Flynn), Selma Reis (Mama Morton) e Jonathas Joba (Amos Hart), Guto Bittencourt (Mary Sunshine).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Chicago (em inglês) no Internet Broadway Database