Chicago Cubs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Chicago Cubs
Liga National League
Símbolos Logo Chicago Cubs.svg
Divisão Divisão Central
Fundação 1874
Nomes Chicago White Stockings (1870-1871, 1874-1889),
Chicago Colts (1890-1897),
Chicago Orphans (1898-1902),
Chicago Cubs (1903-presente)
Estádio Wrigley Field
Estádios anteriores West Side Park (II) (1893–1915)
South Side Park (1891–1893)
West Side Park (I) (1885–1891)
Lakefront Park (II) (1883–1884)
Lakefront Park (I) (1878–1882)
23rd Street Grounds (1876–1877)
Números aposentados 10, 14, 23, 26, 42
Cidade Chicago, Illinois
Cores do time azul royal, vermelho, branco
Títulos de Séries Mundiais 1907, 1908, 2016
Títulos da National League 1870 (amador), 1876, 1880, 1881, 1882, 1885, 1886, 1906, 1907, 1908, 1910, 1918, 1929, 1932, 1935, 1938, 1945, 2016
Títulos de Divisão 1984, 1989 (Divisão Leste); 2003, 2007, 2008, 2016 (Divisão Central)
Vagas na Repescagem 1998, 2015
Principal Acionista Thomas S. Ricketts
Gerente geral Jed Hoyer
Técnico Joe Maddon

O Chicago Cubs é uma equipe da Major League Baseball sediada em Chicago, Illinois, Estados Unidos. Eles estão na National League, na divisão Central. O time joga no Wrigley Field.

O Cubs é um dos times mais antigos do beisebol americano, sendo uma das equipes originais da National League de 1876, à época com o nome de White Stockings (curiosamente nome do rival intra-municipal Chicago White Sox); são conhecidos como Cubs desde 1903. Depois de duas World Series em 1907 e 1908, iniciou a maior seca de títulos de uma equipe esportiva norte-americana na história, durando mais de um século antes do tricampeonato em 2016;[1] mesmo assim os Cubs continuaram a ser uma equipe popular, recebendo o apelido Loveable Losers (adoráveis perdedores).[2]

História[editar | editar código-fonte]

1945: Maldição de Billy Goat[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Maldição de Billy Goat

A maldição de Billy Goat se refere a uma praga jogada ao time do Chicago Cubs por Bill Sianis, que era dono de um bar chamada "Billy Goat Tavern". O ocorrido se deu durante um jogo da World Series de 1945 entre a equipe do Cubs e o Detroit Tigers. Bill foi ao estádio Wrigley Field e comprou dois ingressos, um para ele e outro para seu bode chamado Murphy. O proprietário do estádio, no entanto, solicitou que o animal fosse retirado das arquibancadas, alegando que o mesmo cheirava mal.

Bill se revoltou e lançou a maldição - "Os Cubs não vão ganhar mais nada", disse ele. A equipe então perdeu aquela disputa e só voltou a participar da World Series em 2016, sendo campeã.[3]

Antes de 1945, quando perdeu para o Detroit Tigers, o Chicago Cubs havia disputado (e perdido) outras seis vezes a World Series depois do título de 1908. Em 1910 perdeu para Philadelphia Athletics, em 1918 perdeu para Boston Red Sox, em 1929 perdeu novamente para Philadelphia Athletics, em 1932 foi superado pelo New York Yankees, em 1935 perde para o Detroit Tigers e, em 1938, mais uma vez cai diante do New York Yankees.[4]

2016: O fim da maldição[editar | editar código-fonte]

Na madrugada do dia 3 de novembro de 2016, em um jogo que começou no dia 2 de novembro e ultrapassou a meia noite, o Chicago Cubs deu um fim à "maldição" ao vencer a World Series depois de estar perdendo a série final por 3 jogos a 1 contra o Cleveland Indians. No derradeiro jogo sete a equipe do Cubs venceu pelo placar de 8 a 7 definido na 10ª entrada.[5]

Números Retirados[editar | editar código-fonte]

Alguns atletas tornaram-se marca dos números que usaram, e os mesmos foram "aposentados" da equipe, em memória ao respectivo jogador:

  • Ron Santo - número 10, o número foi retirado em 2003. Jogou 2102 vezes na 3ª base, entre 1960 até 1973. Depois tornou-se comentarista dos jogos do Cubs, na rádio WGN. Santo foi all-star 9 vezes.
  • Ernie Banks - número 14, retirado em 1982. É conhecido como "Mr. Cub", tendo liderado a equipe nos jogos; foi all-star 14 vezes e eleito para o Hall Of Fame em 1977.
  • Ryne Sandberg - 23, número retirado em 2005. Teve nove luvas de ouro pela atuação na 2ª base e foi all-star 10 vezes. Eleito para o Hall Of Fame em 2005.
  • Billy Williams - 26, número retirado pelo Cubs em 1987, e no mesmo ano eleito pro Hall Of Fame. Foi all-star 6 vezes.
  • Jackie Robinson - 42. Em 1947, foi o primeiro afro-americano a jogar na MLB. Seu número aposentado de todas as equipes em 1997.

Referências

  1. Billy Witz (3 de novembro de 2016). «Jejum de 108 anos do Cubs acabou com triunfo em jogo memorável». New York Times. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  2. Leonardo Maia (29 de março de 1988). «A maldição dos Cubs». O Estado de S. Paulo. Consultado em 26 de junho de 2015. 
  3. Ray Sanchez (2 de novembro de 2016). «O que é maldição bode do Chicago Cubs '?». CNN. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  4. «Postseason Results». Cubs. Consultado em 3 de novembro de 2016. 
  5. Jordan Bastian e Carrie Muskat (3 de novembro de 2016). «Cubs are heavy wait champions!». MLB. Consultado em 3 de novembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site oficial (em inglês)

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chicago Cubs
Ícone de esboço Este artigo sobre beisebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.