Chick-fil-A

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chick-fil-A
Website oficial www.chick-fil-a.com
Um Chick-fil-A em Morristown, Tennessee.

Chick-fil-A (/tʃɪkfɪˈleɪ/ chik-fil-AY, um trocadilho com a pronúncia em inglês americano de fillet) é uma das maiores redes de fast-food americanas[1] e a maior em sua especialidade, os sanduíches de frango.[2] Sua sede se encontra em College Park, no estado da Georgia.[3] O Chick-fil-A foi originalmente fundado como Dwarf Grill em 1946, mudando o nome para 'Dwarf House' até renomearem-se como Chick-fil-A em 1967.[4] A companhia opera mais de 2,300 restaurantes, primariamente nos Estados Unidos, com localizações em 47 estados e planos para firmar-se também no Havaí, expandindo-se para 48 estados. A rede serve café da manhã antes de trocar para o menu de almoço e jantar. O Chick-fil-A também oferece aos clientes seleções especiais de seu menu para eventos especiais.[5]

Muitos dos valores da empresa são influenciadas pelas crenças religiosas de seu já falecido fundador, S. Truett Cathy (1921-2014), um devoto Batista Sulista. Todos os restaurantes Chick-fil-A não abrem aos domingos,[6] assim como no Dia de Ação de Graças e no Natal.[7] O posicionamento da empresa em oposição ao casamento entre o mesmo sexo se tornou assunto de controvérsia pública.

Referências

  1. Ravneberg, Christi (25 de Junho de 2019). «Inside Chick-fil-A's rise to 3rd-largest restaurant brand» (em inglês). Nations Restaurant News. Consultado em 23 de Janeiro de 2020 
  2. Ravneberg, Christi (25 de Junho de 2019). «Dominating the chicken market» (em inglês). National Restaurant News. Consultado em 23 de Janeiro de 2020 
  3. Beile, Kelly Anne (8 de Março de 2018). «Hurry to Chick-fil-A now for free breakfast» (em inglês). KFOX-TV. Consultado em 23 de Janeiro de 2020 
  4. Blumberg, Perri Ormont (7 de Junho de 2018). «This Was Chick-fil-A's Original Name» (em inglês). Southern Living. Consultado em 23 de Janeiro de 2020 
  5. «Chick-fil-A Original Site» (em inglês) 
  6. Piepenbring, Dan (13 de Abril de 2018). «Chick-fil-A's Creepy Infiltration of New York City» (em inglês). The New Yorker. Consultado em 23 de Janeiro de 2020 
  7. «Customer Service» (em inglês). Chick-fil-A. Consultado em 23 de Janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]