Chicletes (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chicletes
Informações pessoais
Nome completo José Morais
Data de nasc. 20 de fevereiro de 1942
Local de nasc. Esperança (PB), Brasil
Nacionalidade Luso-brasileiro
Falecido em 13 de agosto de 2005 (63 anos)
Local da morte [carece de fontes?], Flag of None.svg [carece de fontes?]
Apelido Chicletes
Informações profissionais
Posição Treinador
(ex-Ponta-direita e Centroavante)
Clubes de juventude
Portuguesa de Cruz das Armas (amador)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1961
1961–1962
1963–1964
1963
1963–1964
1964
1964–1965
1965–1966
1967
1967–1970
1971–1972









Auto Esporte
Campinense
Fluminense
Portuguesa (emp.)
Portuguesa
América-PE[nota 1]
Sport
Vitória de Guimarães
Treze
Sporting
Marinhense
Vitória de Setúbal
Marinho
Esportivo de Nazaré[carece de fontes?]
Atlético de Portugal
Nazareno[carece de fontes?]
Angoulême
Oriental
Toronto[carece de fontes?]
Beşiktaş
Vila Real


15 (3)[1]






81 (7)[2]










Seleção nacional
1969–1970 Portugal 2 (0)[2]
Times/Equipas que treinou

1976
1976
Vila Real
Ypiranga-BA
Treze (supervisor)

José Morais[nota 2], mais conhecido como Chicletes[nota 3], (Esperança, 20 de fevereiro de 1942 — Local de falecimento desconhecido, 13 de agosto de 2005[2]), foi um futebolista e treinador brasileiro com naturalidade portuguesa, que atuou como ponta-direita e centroavante[3].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Campinense
Sporting Lisboa

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Treze

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Cidadão Campinense, na gestão do vereador Fernando Carvalho.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Filho de Severino Ramos Moraes e Maria Nicolau Ramos Moraes.

Casado com a portuguesa Manuela Augusta Valente de Moraes, com quem teve três filhos: Katie, Karine e Gibran.

Carreira extracampo[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Disputou apenas partidas amistosas por este clube.
  2. Algumas fontes da Internet afirmam que seu sobrenome seria grifado Moraes.
  3. Algumas fontes da Internet afirmam que seu apelido [também] seria grifado como Chiclete (no singular).

Referências

  1. «Estatísticas Fluminense » Jogadores » C » Chicletes – 1964». Fluzão.info. Consultado em 7 de dezembro de 2018 
  2. a b c To-mane (10 de março de 2010). «José Morais». FórumSCP.com. Consultado em 11 de novembro de 2016 
  3. «Chicletes». TrezeGalo.com. Consultado em 11 de novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • FERREIRA, Rau (20 de abril de 2016). «José Morais (Chiclete): Um craque internacional esperancense». HistóriaEsperancense.com (blog). Consultado em 11 de novembro de 2016.
  • DE BRITO NEVES, Jobedis Magno (17 de julho de 2012). «Quem era craque – Elias». MuseuDoEsporteDeCampinaGrande.com (blog). Consultado em 11 de novembro de 2016.
  • DE BRITO NEVES, Jobedis Magno (7 de setembro de 2012). «Aniversário de 87 anos do Treze Futebol Clube». MuseuDoEsporteDeCampinaGrande.com (blog). Consultado em 11 de novembro de 2016.
  • DE BRITO NEVES, Jobedis Magno (15 de janeiro de 2014). «Ídolo do futebol de Campina Grande – Chicletes». MuseuDoEsporteDeCampinaGrande.com (blog). Consultado em 11 de novembro de 2016.
  • DE BRITO NEVES, Jobedis Magno (26 de janeiro de 2014). «Os maiores ídolos do futebol de Campina Grande». MuseuDoEsporteDeCampinaGrande.com (blog). Consultado em 11 de novembro de 2016.
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.