Chinoiserie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Ocidente reproduz imagens do Oriente : afresco italiano de Giovanni Domenico Tiepolo, 1757.

Chinoiserie é uma palavra francesa que designa a imitação ou evocação dos estilos chineses na arte ou na arquitetura ocidentais. O termo é aplicado particularmente à arte do século XVIII, quando desenhos pseudochineses de inspiração fantástica e extravagante combinavam bem com o alegre estilo rococó que dominava na época.

"Parece chinês mas é feito na Europa".

Os textos luso-brasileiros traduziram a palavra por 'chinesice',[1] a qual passou, por extensão, a designar no Brasil manifestações estéticas (e até emocionais) consideradas exóticas.[2][3][4] 

Referências

  1. Dicionário Houaiss: "chinesice"
  2. «Barroco mineiro também tem olhos puxados». IEPHA - Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais 
  3. Arnaldo Marques da Cunha. «São Paulo, Arte Colonial». Brasil Artes Enciclopédias 
  4. «Dicionário de Arte Internacional». Brasil Artes Enciclopédias 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chinoiserie


Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.