Chkdsk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CHKDSK
Captura de tela
CHKDSK em ação
Desenvolvedor Microsoft
Sistema operacional Microsoft Windows
Gênero(s) Manutenção
Licença Proprietária; Freeware
Página oficial Microsoft.com.br

CHKDSK (Check Disk) é um comando nos sistemas Microsoft Windows que verifica a integridade do sistema de arquivos de um disco rígido ou disquete. É similar ao comando fsck no UNIX. A partir do Windows 2000 e Windows XP, CHKDSK também pode ser utilizado para realizar exames de superfície por "bad sectors" (setores ruins), tarefa antigamente feita pelo Scandisk. CHKDSK também pode corrigir erros.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Na família Windows NT, uma verificação com o CHKDSK padrão consiste em três fases de testes de metadados de arquivos. Ele procura erros, mas não os conserta a menos que seja explicitamente ordenado para fazê-lo. O mesmo se aplica à varredura de superfície: este teste, que pode ser extremamente demorado em discos grandes ou de baixo desempenho, não é realizado a menos que seja explicitamente solicitado. O CHKDSK requer acesso de gravação exclusivo ao volume para realizar reparos.[1][2]

Devido ao requisito de acesso exclusivo e à natureza demorada da operação do CHKDSK, o Windows Vista implementou um novo modelo de saúde de sistema de arquivos no qual o sistema operacional corrige erros nos volumes à medida que os encontra. Caso o problema seja grave e seja necessária uma verificação completa, a Central de Ações notifica o usuário para que o volume seja desconectado na primeira conveniência.[3]

O Windows Vista e o Windows Server 2008 adicionaram a habilidade de autocuração, ativada por padrão, além de fornecer o comando CHKDSK. Ele detecta os erros físicos do sistema de arquivos e os conserta silenciosamente. Assim, muitos problemas anteriormente descobertos na execução do CHKDSK nunca aparecem. É administrado pelo comando fsutil repair.[4][5]

Uso[editar | editar código-fonte]

Sintaxe[editar | editar código-fonte]

CHKDSK [volume[[caminho]nomedearquivo]]] [/F] [/V] [/R] [/X] [/I] [/C] [/L[:tamanho]] [/B]

Parâmetros[editar | editar código-fonte]

  • /F: Corrige erros no disco. O disco deve ser bloqueado. Se chkdsk não puder bloquear a unidade, será exibida uma mensagem perguntando se você deseja verificar a unidade na próxima vez que reiniciar o computador.
  • /V: Exibe o nome de todos os arquivos contidos em cada pasta à medida que o disco é verificado.
  • /R: Localiza setores defeituosos e recupera informações legíveis. O disco deve ser bloqueado.
  • /X: Use esta opção somente com o NTFS. Ela força primeiro a desmontagem do volume, se necessário. Todos os identificadores abertos para a unidade serão invalidados. A opção /x também inclui a funcionalidade da opção /f.
  • /I: Use esta opção somente com o NTFS. Efetua uma verificação menos rígida das entradas de índice, reduzindo o tempo necessário para a execução de chkdsk.
  • /C: Use esta opção somente com o NTFS. Ela ignora a verificação de ciclos dentro da estrutura de pastas, reduzindo o tempo necessário para a execução de chkdsk.
  • /P: Comando verificará o estado da mídia do disco. Citação da Microsoft diz "Executa uma verificação exaustiva, mesmo que o disco não esteja marcado para que o chkdsk seja executado. Esse parâmetro não faz qualquer alteração para a unidade" - (Traduzido do Original em Inglês - pelo google tradutor).[6][7]
  • /L: [:tamanho] Use esta opção somente com o NTFS. Ela utilizará o tamanho digitado por você em vez do tamanho do arquivo de log. Se você omitir o parâmetro de tamanho, /l exibirá o tamanho atual.
  • /?: Exibe informações de ajuda no prompt de comando.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «An explanation of the new /C and /I Switches that are available to use with Chkdsk.exe». support.microsoft.com. Microsoft. 1 de dezembro de 2004. Consultado em 4 de setembro de 2014 
  2. «Troubleshooting Disks and File Systems». Windows XP Professional Resource Kit. Microsoft. 3 de novembro de 2005. Consultado em 4 de setembro de 2014 
  3. Bangalore, Kiran (9 de maio de 2012). Sinofsky, Steven, ed. «Redesigning chkdsk and the new NTFS health model». Building Windows 8. Microsoft 
  4. Chen, Ken (4 de agosto de 2014). «NTFS Self-Healing is An Overlooked but Useful Feature in Windows 7». Next of Windows 
  5. Pawar, Amit (13 de fevereiro de 2008). «Self-healing NTFS in Windows Server 2008 and Windows Vista». Amit Pawar - Infrastructure blog. Microsoft 
  6. «Chkdsk - Windows XP Professional Product Documentation». Microsoft.com 
  7. «Resolvendo Problemas no Sistema de Arquivos do Windows XP». Clube do Hardware. 10 de agosto de 2005. Consultado em 2 de janeiro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]