Chlorophanes spiza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSaí-verde
Saí-verde macho
Saí-verde macho
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Subclasse: Neognathae
Ordem: Passeriformes
Subordem: Passeri
Família: Thraupidae
Género: Chlorophanes
Espécie: C. spiza
Nome binomial
Chlorophanes spiza
(Linnaeus, 1766)

Chlorophanes spiza, conhecido popularmente por saí-verde, saí-tucano ou tem-tem, é uma ave passeriforme da família Thraupidae.[1]

Caracterização[editar | editar código-fonte]

O saí-verde mede aproximadamente 14 cm de comprimento e pesa, em média, 17 gramas. Apresenta um bico relativamente largo, com mandíbula amarelo-clara. Possui acentuado dimorfismo sexual: os machos são azuis-esverdeados, com uma notável máscara negra; as fêmeas são verdes, com uma coloração mais pálida nas partes inferiores.[carece de fontes?]

Vive na mata, em copas, pomares e árvores floridas. É menos dependente de néctar que outras espécies de saís, sendo que 60% de sua alimentação é composta de frutos, 20% de néctar e 15% de insetos.[carece de fontes?]

Ocorre do México e da América Central ao norte da América do Sul (Amazônia), para o sul até a Bolívia e, no Brasil oriental, até Santa Catarina.[1]

Referências

  1. a b «Chlorophanes spiza (Green Honeycreeper)». www.iucnredlist.org. Consultado em 29 de abril de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre aves passeriformes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chlorophanes spiza