Chris Cornell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo é sobre uma pessoa que morreu recentemente.
Algumas informações relativas às circunstâncias da morte podem mudar a qualquer instante.

Editado pela última vez em 22 de maio de 2017.

Chris Cornell
Chris Cornell em 2009
Informação geral
Nome completo Christopher John Boyle
Nascimento 20 de julho de 1964
Origem Seattle, Washington
País Estados Unidos
Data de morte 18 de maio de 2017 (52 anos)
Local de morte Detroit, Michigan, Estados Unidos
Gênero(s) Metal alternativo, grunge, rock alternativo
Instrumento(s) vocal
guitarra
bateria
Extensão vocal Baritenor
Período em atividade 1984 - 2017
Gravadora(s) Sub Pop, A&M Records, Epic Records, Interscope, Suretone, Mosley Music
Afiliação(ões) Soundgarden
Temple of the Dog
Audioslave
Mad Season e M.a.C.C.
Página oficial www.ChrisCornell.com

Christopher John Boyle (Seattle, 20 de julho de 1964 - Detroit, 18 de maio de 2017) foi um cantor, guitarrista e compositor americano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Ed Boyle e Karen Cornell, Chris e seus irmãos trocaram o sobrenome Boyle pelo sobrenome de solteira de sua mãe (Cornell) quando seus pais se divorciaram. Seu primeiro instrumento na infância foi o piano, mas iniciou sua carreira como baterista na banda Jones Street Band. Em 1984, junto com o guitarrista Kim Thayil e o baixista Hiro Yamamoto, formou os Soundgarden. Cornell tocava bateria e cantava, mas logo após Scott Sundquist assumir a bateria (tendo sido ocupada definitivamente depois por Matt Cameron), Cornell passa a se dedicar exclusivamente ao vocal. Lançaram, entre outros álbuns, Ultramega OK (1988) e Louder Than Love (1989), tendo boa repercusão no cenário alternativo americano. O primeiro EP da banda, Screaming Life, foi lançado em 1987 pela gravadora Sub Pop.

Em 1990, seu amigo Andrew Wood da banda Mother Love Bone morre de overdose de heroína. Cornell resolve homenagear o amigo com duas músicas de sua autoria, "Say Hello To Heaven" e "Reach Down". Junta-se a Jeff Ament e Stone Gossard, ambos membros dos Mother Love Bone, além dos recém recrutados Mike McCready e Eddie Vedder e formam o Temple Of The Dog, que terminou após o fim das gravações de seu único álbum, o auto intitulado Temple Of The Dog. Mike McCready e Eddie Vedder viriam a compor posteriormente o Pearl Jam juntamente com os outros dois integrantes, Jeff Ament e Stone Gossard. (Matt Cameron, que foi baterista do Soundgarden, também se junta ao Pearl Jam mais tarde).

Em 1991 foi lançado Badmotorfinger, álbum que torna o Soundgarden mundialmente famoso graças à grande atenção pelas bandas da cena de Seattle, onde o movimento grunge, impulsionado por bandas como Nirvana, dominava o cenário musical. O álbum mais bem sucedido comercialmente do Soundgarden é Superunknown, lançado em 1994. Músicas como "Let Me Drown", "Spoonman" e "Black Hole Sun" ajudaram esse disco a vender mais de cinco milhões de cópias somente nos Estados Unidos. Seu sucessor, Down on the Upside é lançado em 1996, não obtendo o mesmo sucesso comercial do álbum anterior, apesar das bem sucedidas "Blow Up the Upside World", "Burden in My Hand" e "Pretty Noose". Após o lançamento da coletãnea A-Sides em 1997, o Soundgarden anunciou o fim de suas atividades.

Chris Cornell em 2005, durante performance no Montreux Jazz Festival

Em 1999, Cornell lança o álbum solo Euphoria Morning, vendendo 300 mil cópias nos Estados Unidos e dando uma indicação ao Grammy Awards para Cornell. Em 2001 formou o Audioslave junto com Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk, ex-membros do Rage Against the Machine, lançando o álbum autointitulado em 2002, obtendo muita repercussão positiva na mídia. Em 2005, o Audioslave entrou para a história, tornando-se o primeiro grupo americano a realizar um show em Cuba.[1] A apresentação ao ar livre em uma praça de Havana foi assistida por um público estimado em 50.000 pessoas.[2] Nesse mesmo ano foi lançado o álbum Out of Exile, que emplacou o 1º lugar na Billboard 200. Destacam-se as canções "Be Yourself", "Your Time Has Come" e a faixa-título. Revelations foi lançado no começo de setembro de 2006, com um estilo mais soul e funk do que seus antecessores. Entrou direto na 2ª colocação da Billboard 200 contendo "Original Fire" e a faixa-título como singles. Nesse mesmo ano, aproveitando que a Audioslave não saira em turné para divulgação de Revelations, Chris Cornell lançou um novo single, "You Know My Name", música tema do filme de Casino Royale, na estreia do ator Daniel Craig atuando como agente secreto 007.

Em fevereiro de 2007, Cornell anuncia a sua saída do Audioslave. Em abril Cornell deu início a uma turnê mundial em suporte de seu novo álbum solo, Carry On, lançado em junho. Também comemorando 20 anos do lançamento de sua primeira gravação (o EP Screaming Life dos Soundgarden, lançado em 1987), ele apresentou músicas de todas as fases de sua carreira nos seus shows.

Em março de 2009 foi lançado o álbum Scream, produzido por Timbaland e em 2011 um acústico, Songbook, e em 31 de dezembro, Chris Cornell anunciou pelo Twitter que o Soundgarden estaria se reunido novamente.

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 18 de maio de 2017, a imprensa dos Estados Unidos anunciou que Cornell havia morrido em Detroit, logo após fazer uma apresentação com sua banda Soundgarden. O representante do grupo, Brian Bumbery, e a família do músico confirmaram a notícia. De acordo com a Associated Press, o legista responsável informou que Cornell se enforcou no banheiro do hotel onde estava hospedado, horas depois de se apresentar em Detroit com sua banda, em uma turnê pelos Estados Unidos.[3][4][5]

Cornell era casado com Vicky Karayiannis desde 2004, com quem tinha uma filha chamada Toni, nascida naquele ano, e um filho, Christopher, nascido em 2005. Anteriormente havia sido casado por catorze anos com a manager do Soundgarden, Susan Silver, com quem teve sua filha mais velha, Lilian, nascida em 2000.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com Soundgarden[editar | editar código-fonte]

Com Temple of the Dog[editar | editar código-fonte]

Com Audioslave[editar | editar código-fonte]

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Folha Online (5 de maio de 2005). «Audioslave será primeira banda dos EUA a tocar ao ar livre em Cuba». Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de maio de 2017 
  2. Fraenkel, Jim (7 de maio de 2005). «Audioslave Slay Havana With Historic Show» (em inglês). MTV. Consultado em 18 de maio de 2017 
  3. «Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morre aos 52 anos». G1. Consultado em 18 de maio de 2017 
  4. «Soundgarden Singer Chris Cornell Committed Suicide By Hanging, Medical Examiner Rules». Billboard. 18 de maio de 2017. Consultado em 18 de maio de 2017 
  5. Berman, Taylor. «Chris Cornell Police Report Details the Hours Before Singer's Death» (em inglês). Spin. Consultado em 21 de maio de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Chris Cornell


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.