Chris Ofili

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Chris Ofili
Nascimento 10 de outubro de 1968 (54 anos)
Manchester
Residência Manchester
Cidadania Reino Unido
Etnia afro-americanos
Alma mater
Ocupação pintor, escultor, artista, artista visual, desenhista, fotógrafo
Prêmios
  • Prémio Turner (Sensation, 1998)
  • Comandante da Ordem do Império Britânico
Obras destacadas No Woman, No Cry
Movimento estético Black Atlantic, arte contemporânea

Christopher Ofili CBE (Manchester, 10 de outubro de 1968) é um pintor britânico e vencedor do Prêmio Turner.[1][2][3][4] Em 2015, apareceu na lista de 100 pessoas mais influentes do ano pela Time.[5][6]

Referências

  1. «AN INTERVIEW WITH CHARLIE DARK OF ATTICA BLUES». Mo Wax Please. Consultado em 16 de junho de 2014 
  2. Adams, Tim (16 de abril de 2017). «Chris Ofili: 'Being in Trinidad is still really exciting… I think it is working for me'». The Guardian. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  3. Glaister, Dan (2 de dezembro de 1998). «Turner Prize goes to Ofili». The Guardian. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  4. Tomkins, Calvin (29 de setembro de 2014). «Chris Ofili Returns». The New Yorker. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  5. «TIME 100 Most Influential People of 2015». Time. 2015. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
  6. Vogel, Carol (28 de setembro de 1999). «Chris Ofili: British Artist Holds Fast to His Inspiration». NY Times. Consultado em 27 de janeiro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.