Christian Dunker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Christian Dunker
Christian Dunker (2012)
Nome completo Christian Ingo Lenz Dunker
Nascimento 29 de maio de 1966 (54 anos)
São Paulo, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Professor, psicólogo e psicanalista
Principais trabalhos Mal-estar, sofrimento e sintoma: uma psicopatologia do Brasil entre muros (2015)

Estrutura e Constituição da Clínica Psicanalítica: uma arqueologia das práticas de cura, tratamento e terapia (2011)

Christian Ingo Lenz Dunker (São Paulo, 29 de maio de 1966) é um psicanalista brasileiro, professor titular do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.[1]

Tornou-se conhecido do público não acadêmico por sua atividade, como colunista e articulista, nas revistas Mente & Cérebro,[2] Cult[3] e Brasileiros, e também no blog da Boitempo Editorial.[4]

Em 2012, obteve o Prêmio Jabuti[5] na categoria Psicologia e Psicanálise, por seu livro Estrutura e Constituição da Clinica Psicanalítica. Em 2016, seu livro Mal-Estar, Sofrimento e Sintoma foi classificado em segundo lugar, na categoria Psicologia, Psicanálise e Comportamento.[6]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Descendente de alemães, Christian Dunker nasceu em São Paulo, em 1966, filho de Klaus Dunker e Elizabete Juliana Lenz. Estudou no Colégio Visconde de Porto Seguro, desde o ensino fundamental até a conclusão do ensino médio, em 1984.[7]

Em 1985, ingressou na Universidade de São Paulo, concluindo o bacharelado em Psicologia, em 1989. Durante esse período, envolveu-se com a reconstrução democrática da USP e participou da fundação do Centro Acadêmico Iara Iavelberg, do qual foi o primeiro diretor, no período da abertura política. A partir de 1990, articulou prática clínica e docência universitária, tendo lecionado em várias universidades paulistas.[1]

Obteve o título de mestre em 1991,[8][9] e doutor em Psicologia, em 1996,[10] sempre pela USP.

Entre 2000 e 2003, realizou atividades de pesquisa pós-doutorado na Manchester Metropolitan University, sobre patologias da linguagem, sob supervisão de Ian Parker e Erica Bauman, tendo seu trabalho sido destacado como "pesquisa inovadora em crítica e linguagem".

Em 2004, tornou-se professor do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.[11] Em 2007 defendeu tese de Livre Docência, publicada no Reino Unido e no Brasil.[12][13] É psicanalista membro da Escola de Psicanálise dos Fóruns do Campo Lacaniano de São Paulo,[14] com ativa participação na disseminação do pensamento de Jacques Lacan no Brasil.

Com Vladimir Safatle e Nelson da Silva Jr., fundou e coordena o Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise da USP (Latesfip-USP).[15]

Desde 2014, é professor titular do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da USP, onde desenvolve atividades de ensino e pesquisa.[11]

Ideias[editar | editar código-fonte]

Notabilizou-se pela renovação do pensamento de Jacques Lacan a partir das ideias da filosofia social crítica, da antropologia pós-estruturalista e das ciências da linguagem. Sua crítica da psicopatologia psicanalítica tradicional[16] e da hegemonia dos sistemas diagnósticos estatísticos prevalentes em psiquiatria (como o DSM-5)[17] envolve a introdução de conceitos como sofrimento de determinação [18], patologias do social[19] e cálculo do gozo.[20]

Realizou contribuições em psicopatologia, envolvendo a revisão das noções de neurose[21], psicose[22] e perversão.[23][24] Valoriza critérios diagnósticos como "liberdade e verdade", bem como pesquisa o impacto político da prática psicanalítica[25] e as experiências sociais de sofrimento no Brasil[26][27].

Presença na mídia e em eventos públicos[editar | editar código-fonte]

Christian Dunker contribui como articulista para diversos periódicos [28][29][30] e, como convidado, em programas de rádio[31] e televisão. [18][32][33][34] Também mantém um blog - Blog do Dunker[35] - onde escreve semanalmente, e um canal no Youtube, onde discute temas ligados a psicanálise e psicologia.[36] Ocasionalmente, ministra aulas públicas em eventos como "Ocupa Sampa"[37] e "OcupaSalvador".[38]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • 1996 – Lacan e a Clínica da Interpretação. São Paulo: Hacker.
  • 2002 – O Cálculo Neurótico do Gozo; 2ª ed. revista e ampliada. Zagodoni Editora.[20]
  • 2005 – Žižek Crítico: Política e Psicanálise na era do Multiculturalismo, com ‪Jose Luiz Aidar Prado‬ (orgs.). São Paulo: Hacker.
  • 2010 – The Constitution of the Psychoanalytic Clinic: A History of Its Structure and Power. London: Karnac, 2011.
  • 2010 – Ciúme. São Paulo: Duetto.
  • 2011 – Estrutura e constituição da clínica psicanalítica São Paulo: Annablume Editora.[39]
  • 2011 – A Pele como Litoral: fenômeno psicossomático e psicanálise, com Tatiana Assadi e Heloísa Ramirez (orgs). São Paulo: Annablume Editora.
  • 2013 – A psicose na criança: tempo, linguagem e sujeito. São Paulo: Zagodoni.
  • 2013 – Coleção Cinema e Psicanálise. Vol. 1 A Criação do desejo (com Ana Lucília Rodrigues orgs.) São Paulo: Nversos.
  • 2015 – Mal-Estar, Sofrimento e Sintoma: uma psicopatologia do Brasil entre muros. São Paulo: Boitempo. Coleção Estado de Sítio.
  • 2015 – Bala perdida: a violência policial no Brasil e os desafios para sua superação (com diversos autores) Boitempo, São Paulo. ISBN 978-8575594414
  • 2016 – Por que Lacan?. São Paulo: Zagodoni. ISBN 978-85-5524-001-0
  • 2016 – Análise Psicanalítica de Discurso: perspectivas lacanianas. São Paulo: Estação Cores e Letras. ISBN 978-8568552612
  • 2017 – Reinvenção da intimidade: políticas do sofrimento cotidiano. São Paulo: Ubu Editora.
  • 2019 – O palhaço e o psicanalista: como escutar os outros pode transformar vidas (com Cláudio Thebas). São Paulo: Planeta do Brasil. ISBN 978-85-422-1593-9
  • 2020 – A arte da quarentena para principiantes. São Paulo: Boitempo. ISBN 978-85-7559-778-1

Referências

  1. a b «Currículo Lattes - Christian Ingo Lenz Dunker». Consultado em 1º de maio de 2015 
  2. «Revista Mente & Cérebro». Consultado em 1º de maio de 2015 
  3. «Revista Cult». Consultado em 1º de maio de 2015. Arquivado do original em 10 de abril de 2015 
  4. «Boi Tempo». Consultado em 1º de maio de 2015 
  5. «Prêmio Jabuti. Câmara Brasileira do Livro» 🔗. Consultado em 1º de maio de 2015. Arquivado do original em 20 de janeiro de 2015 
  6. Jabuti. Premiados 2016 - Psicologia, Psicanálise e Comportamento
  7. «Colégio Visconde de Porto Seguro. Ex-alunos Destaques. Christian Ingo Lenz Dunker». Dezembro de 2011. Consultado em 1º de maio de 2015 
  8. DUNKER, Christian Ingo Lenz. Dissertação de Mestrado: «O lúdico e o agressivo na psicose infantil: contribuições da etologia a psicopatologia». Biblioteca Digital USP - Teses e dissertações. Consultado em 16 de julho de 2020 
  9. O lúdico e o agressivo na psicose infantil: contribuições da etologia à psicopatologia, por Christian Ingo Lenz Dunker (artigo-resumo da dissertação de mestrado). TransFormações em Psicologia (Online), vol. 4 nº1 spe. São Paulo, 2012 ISSN 2176-106X
  10. DUNKER, Christian Ingo Lenz. Tese de Doutorado: «Tempo e linguagem na psicose da criança». Biblioteca Digital USP - Teses e dissertações. Consultado em 16 de julho de 2020 
  11. a b USP. Instituto de Psicologia. Departamento de Psicologia Clínica. Docentes. «Christian Ingo Lenz Dunker». Consultado em 18 de julho de 2020 
  12. Ednei Soares (abril de 2012). «Resenha: Dunker, C. I. L. (2011). Estrutura e constituição da clínica psicanalítica: uma arqueologia das práticas de cura, psicoterapia e tratamento». Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 18, n. 1. pp. 172–174. Consultado em 18 de julho de 2020 
  13. «Constitution of Psychoanalitic Clinic». Karnak Books. 2011. ISBN 9781855756465. Consultado em 18 de julho de 2020 
  14. «Fórum do Campo Lacaniano - FCL-SP. Membros». Consultado em 18 de julho de 2020 
  15. Latesfip - Laboratório de Teoria Social, Filosofia e Psicanálise.
  16. «Mal-estar, sofrimento e sintoma: releitura da diagnóstica lacaniana a partir do perspectivismo animista». São Paulo: Tempo social vol.23 nº1. 2011. ISSN 0103-2070. Consultado em 18 de julho de 2020 
  17. «A crítica psicanalítica do DSM-IV - breve história do casamento psicopatológico entre psicanálise e psiquiatria». São Paulo: Revista Latinoamericana de Psicopatologia Fundamental vol.14 nº4. Dezembro de 2011. ISSN 1415-4714. Consultado em 18 de julho de 2020 
  18. a b Christian Dunker (28 de julho de 2014). «Transformações do sofrimento psíquico». TV Cultura. Café Filosófico. Consultado em 18 de julho de 2020 
  19. Eleonora de Lucena (21 de março de 2015). «'Lógica de condomínio' traz cisão ao país, diz psicanalista». Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de julho de 2020 
  20. a b O gozo e a clínica nossa de cada dia (resenha de O cálculo neurótico do gozo), por Leandro Alves Rodrigues dos Santos. Revista Percurso nº 36. Ano XIX, 1° semestre de 2006. Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae.
  21. «O sequestro da neurose». Cult, ed. 184. Outubro de 2013. Consultado em 25 de julho de 2020. Arquivado do original em 10 de abril de 2015 
  22. «A loucura histérica e a psicose». Mental v.3 n.5. Novembro de 2005. ISSN 1984-980X. Consultado em 25 de julho de 2020 
  23. «Dossiê Perversão». Revista Cult. Ano 13, nº 144. Março de 2010 
  24. DUNKER, C. I. L. (2017). Reinvenção da intimidade: Políticas do sofrimento cotidiano. São Paulo: Ubu, 2017.
  25. DUNKER, Christian Ingo Lenz. Global Psychoanalyst?. In: PARKER,Ian & REVELLI, Simona Psychoanalytic Practice and State Regulation. Londres : Karnak Books, 2008, v.1, p. 179-190.
  26. «Formas de apresentação do sofrimento psíquico: alguns tipos clínicos no Brasil contemporâneo». Revista Mal Estar e Subjetividade v.4 nº1. Março de 2004. ISSN 1518-6148. Consultado em 25 de julho de 2020 
  27. Helena Gozzano (6 de março de 2015). «Sofrimento na atualidade é tema de conferência». Jornal Cruzeiro do Sul. Consultado em 25 de julho de 2020 
  28. Christian Dunker. Revista Cult
  29. Christian Dunker. Folha de S. Paulo.
  30. «Christian Dunker». Estadão. Consultado em 25 de julho de 2020 
  31. Como os sonhos retratam efeitos da pandemia sobre a mente?. Programa Oito em Ponto, 10 de julho de 2020.
  32. Entrevista exclusiva com psicanalista Christian Dunker sobre efeitos do coronavírus na saúde mental. TV Cultura. Jornal da Tarde, 11 de maio de 2020.
  33. «Cidadania - Sociedade Contemporânea». TV Senado. 17 de novembro de 2013. Consultado em 25 de julho de 2020 
  34. «Drauzio Varella estreia nova série 'Males da Alma'». G1. 23 de janeiro de 2013. Consultado em 26 de julho de 2020 
  35. Blog do Dunker
  36. Falando NIsso. YouTube.
  37. «Manifestação: Veja imagens do Ocupa São Paulo». R7. 17 de novembro de 2011. Consultado em 25 de julho de 2020. Arquivado do original em 10 de abril de 2015 
  38. «II diálogo público do @OcupaSalvador, com Vladimir Safatle e Christian Dunker». 10 de novembro de 2011. Consultado em 25 de julho de 2020. Arquivado do original em 4 de janeiro de 2015 
  39. Professor Christian Dunker é entrevistado pelo IP Comunica sobre o livro que lhe rendeu o Prêmio Jabuti 2012. IP Comunica, 6 de fevereiro de 2013.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]