Christian de Duve

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Christian de Duve Medalha Nobel
Bioquímica
Nacionalidade Bélgica belga
Nascimento 2 de outubro de 1917
Local Thames Ditton
Morte 4 de maio de 2013 (95 anos)
Atividade
Campo(s) Bioquímica
Instituições Universidade Católica da Lovaina, Universidade Rockefeller
Prêmio(s) Prêmio Francqui (1960), Prêmio de Bioquímica e Biofísica A.H. Heineken (1973), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1974), Medalha E.B. Wilson (1989)
Notas Membro da Pontifícia Academia das Ciências

Christian de Duve (Thames Ditton, 2 de outubro de 19174 de maio de 2013) foi um bioquímico belga.

Foi agraciado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1974, por descobrir a função do lisossomo.

Optou por morrer por eutanásia em 4 de maio de 2013.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Karl Ritter von Frisch, Konrad Lorenz e Nikolaas Tinbergen
Nobel de Fisiologia ou Medicina
1974
com Albert Claude e George Emil Palade
Sucedido por
David Baltimore, Renato Dulbecco e Howard Martin Temin


Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.