Christopher Dawson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Christopher Dawson
Nascimento 12 de outubro de 1889
Hay-on-Wye
Morte 25 de maio de 1970 (80 anos)
Budleigh Salterton
Cidadania Reino Unido, País de Gales
Alma mater
Ocupação historiador, sociólogo
Prêmios
Empregador Universidade Harvard, Universidade de Edimburgo
Religião catolicismo

Christopher Henry Dawson FBA (Hay Castle, 12 de outubro de 1889 - Budleigh Salterton, 25 de maio de 1970) foi um estudioso independente britânico, que escreveu muitos livros sobre história cultural e cristandade. Dawson foi chamado de "o maior historiador católico de língua inglesa do século XX".[1] O ano acadêmico de 1988-1989 no Colégio da Europa foi nomeado em sua homenagem.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dawson nasceu de raízes familiares da fidalguia inglesa como o único filho do tenente-coronel HP Dawson e Mary Louisa, a filha mais velha do arquidiácono Bevan, de Hay Castle.[2] Ele foi criado em Hartlington Hall, Yorkshire. Ele foi educado no Winchester College e no Trinity College, em Oxford. Ele obteve honras de 2ª classe em História Moderna em Oxford em 1911.[3] Depois de seu diploma, ele estudou economia. Ele também leu o trabalho do teólogo alemão Ernst Troeltsch. Sua formação era anglo-católica, mas ele se tornou um católico romano convertido em 1914. Em 1916, Dawson se casou com Valery Mills, filha mais nova do arquiteto Walter Edward Mills. Eles tiveram duas filhas e um filho.

Historiografia[editar | editar código-fonte]

Assim que os homens decidem que todos os meios são permitidos para combater um mal, então seu bem se torna indistinguível do mal que eles se propus a destruir.
— C.H. Dawson

Ele começou a publicar artigos em The Sociological Review, em 1920. Seu ponto de partida foi próximo ao de Oswald Spengler e Arnold J. Toynbee, outros historiadores, que também estavam interessados em grandes narrativas conduzidas no nível de uma civilização. Seu primeiro livro, The Age of Gods (1928), aparentemente foi concebido como o primeiro de um conjunto de cinco a traçar a civilização europeia até o século XX, mas o plano esquemático não foi seguido até uma conclusão.

Seu ponto de vista geral é como um proponente de uma teoria do "Velho Oeste", o termo posterior de David Gress, que cita Dawson em seu From Platon to Nato (1998). Isto é, Dawson rejeitou a suposição geral de que a Idade Média na Europa não contribuiu com nenhuma característica essencial. Ele argumentou que a Igreja Católica medieval era um fator essencial na ascensão da civilização europeia e escreveu extensivamente em apoio a essa tese.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dawson foi considerado um importante historiador católico. Foi Professor de História da Cultura, na University College, Exeter (1930-1936), Forwood Professor de Filosofia da Religião, Universidade de Liverpool (1934), Gifford Lecturer na University of Edinburgh (1947 e 1948) e Professor de Estudos Católicos Romanos, Universidade de Harvard (1958-1962). Ele foi eleito como membro da Academia Britânica em 1943.[4]

A partir de 1940, por um breve período, ele foi editor da Dublin Review. Ele foi ainda Presidente de Estudos Católicos Romanos na Universidade de Harvard de 1958-1962.

Influência[editar | editar código-fonte]

Seus escritos nas décadas de 1920 e 1930 fizeram dele uma figura significativa da época e uma influência em particular sobre TS Eliot, que escreveu sobre sua importância. Ele estava à margem de " The Moot ", um grupo de discussão envolvendo Eliot, John Baillie, Karl Mannheim, Walter Moberly, Michael Polanyi, Marjorie Reeves, Bernard Lonergan e Alec Vidler;[5] e também o grupo ecumênico Sword of the Spirit. De acordo com Bradley Birzer, Dawson também influenciou os fundamentos teológicos dos escritos de JRR Tolkien.[6] Russell Kirk foi outro que muito admirava Dawson, embora os dois homens nunca tivessem se conhecido.

Suas obras continuam nos currículos das instituições católicas. A abordagem tópica delineada por Dawson para o estudo da cultura cristã constitui o núcleo do programa de estudos católicos no Aquinas College. Seu trabalho foi influente na fundação do Campion College em NSW, na Austrália, e na formação em 2012 da Sociedade Christopher Dawson para Filosofia e Cultura Inc. em Perth, Austrália Ocidental. A visão de Dawson também descreve o programa de Humanidades e Cultura Católica na Universidade Franciscana de Steubenville.

Historiadores comparáveis[editar | editar código-fonte]

Como um revivalista do historiador cristão, Christopher Dawson foi comparado com Kenneth Scott Latourette e Herbert Butterfield.[7] Comparações também foram feitas entre o trabalho de Dawson e do sociólogo e historiador alemão Max Weber. Ambos empregam uma abordagem meta-histórica aos seus sujeitos, e seus próprios sujeitos têm semelhanças; ou seja, a influência da religião em aspectos da cultura ocidental.[8]

Obra[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • The Age of Gods (1928). Reeditado pela Catholic University of America Press (2012) [9]
  • Progress and Religion: An Historical Inquiry (1929). Reeditado pela Catholic University of America Press (2001) [10]
  • Christianity and the New Age (1931) [11] [12]
  • The Making of Europe: An Introduction to the History of European Unity. Londres: Sheed and Ward (1932). Reeditado pela Universidade Católica da América Press , 2003. [13] [14] [15]
  • The Spirit of the Oxford Movement (1933) [16] [17]
  • Enquiries into Religion and Culture (1933). Reeditado pela Catholic University of America Press (2009)[18]
  • Medieval Religion and Other Essays (1935) [19]
  • Religion and the Modern State (1936)[20]
  • Beyond Politics (1939)[21]
  • The Claims of Politics (1939)
  • The Judgment of the Nations (1942) Reeditado pela Catholic University of America Press (2011)[22]
  • Gifford Lectures 1947–49
  • Religion and Culture (1948) ISBN 0-404-60498-6
  • Religion and the Rise of Western Culture (1950) ISBN 0-385-42110-9
  • Understanding Europe (1952). Reissued by the Catholic University of America Press (2009)[23]
  • Medieval Essays (1954). Reissued by the Catholic University of America Press (2002)[24]
  • The Mongol Mission: Narratives and Letters of the Franciscan Missionaries in Mongolia and China in the Thirteenth and Fourteenth Centuries (1955). Republished in 1966 as Mission to Asia.[25]
  • Dynamics of World History (1957). Edited by John J. Mulloy et al. Reissued by the Intercollegiate Studies Institute (2002).[26]
  • The Movement of World Revolution (1959),[27]
  • Progress and Religion: An Historical Enquiry (1960) with others Reissued by the Catholic University of America Press (2001)
  • The Historic Reality of Christian Culture (1960)[28]
  • The Crisis of Western Education: With Specific Programs for the Study of Christian Culture (1961). Reissued by the Catholic University of America Press (2010),[29]
  • The Dividing of Christendom (1965)[30]
  • The Formation of Christendom (1967)[31]
  • The Gods of Revolution (1972)[32]
  • Religion and World History: A Selection from the Works of Christopher Dawson (1975)[33]
  • Christianity and European Culture: Selections from the Work of Christopher Dawson edited by Gerald J. Russello Reissued by the Catholic University of America Press (1998)[34]

Artigos selecionados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Full text of "Christianity and Culture: Selections from the Writings of Christopher Dawson (updated 10/08, PDF)"». archive.org 
  2. http://www.christianitytoday.com/history/issues/issue-72/modern-pioneers-christopher-dawson.html
  3. Oxford University Calendar 1913, p. 192.
  4. Who Was Who, 1961–70, London : A. & C. Black, 1972, p.287.
  5. Reeves, Marjorie (editor). Christian Thinking and Social Order: Conviction Politics from the 1930s to the Present Day, p. 25, Cassell, 1999.
  6. Birzer, Bradley J.Tolkien's Sanctifying Myth, p. 136, ISI Books, 2003.
  7. Speck, W. A. "Herbert Butterfield: The Legacy of a Christian Historian." In A Christian View of History?, George Marsden, Wm. B. Eerdmans Publishing Company, 1975, p.100.
  8. Weber, Max. The Protestant Ethic and the "Spirit" of Capitalism, and Other Writings. Penguin Books, 2002, p. xx.
  9. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 2012). The Age of the Gods. [S.l.: s.n.] ISBN 9780813219776 
  10. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 2001). Progress and Religion: An Historical Inquiry (The Works of Christopher Dawson). [S.l.: s.n.] ISBN 9780813210155 
  11. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1931). Christianity and the new age. [S.l.: s.n.] 
  12. Hittinger, Russell. "The Failure of Liberal Humanism," Modern Age, June 1989.
  13. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1952). The making of Europe;an introduction to the history of European unity,. [S.l.: s.n.] 
  14. «Making of Europe». archive.org 
  15. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1932). The Making of Europe: An Introduction to the History of European Unity. [S.l.: s.n.] ISBN 9780813210834 
  16. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1934). The spirit of the Oxford movement. [S.l.: s.n.] 
  17. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1934). The Spirit of the Oxford Movement. [S.l.: s.n.] ISBN 9780404140250 
  18. Dawson, Christopher; Royal, Robert (1 de janeiro de 2009). Enquiries Into Religion and Culture (The Works of Christopher Dawson). [S.l.: s.n.] ISBN 9780813215433 
  19. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1935). Medieval Religion and Other Essays. [S.l.: s.n.] 
  20. «Religion and the Modern State by Christopher Dawson, 1935 - Online Research Library: Questia». www.questia.com 
  21. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1941). Beyond Politics. [S.l.: s.n.] 
  22. Dawson, Christopher (28 de novembro de 2011). The Judgment of the Nations. [S.l.: s.n.] ISBN 9780813218809 
  23. Dawson, Christopher (23 de dezembro de 2008). Understanding Europe (The Works of Christopher Dawson). [S.l.: s.n.] ISBN 9780813215440 
  24. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1954). Medieval Essays (The Works of Christopher Dawson). [S.l.: s.n.] ISBN 9780813210179 
  25. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1955). The Mongol Mission: Narratives and Letters of the Franciscan Missionaries in Mongolia and China in the Thirteenth and Fourteenth Centuries. [S.l.: s.n.] ISBN 9780404170080 
  26. Royal, Robert. "Dawson's History: Resurrecting the Work of Christopher Dawson," The Weekly Standard, Vol. VIII, N°. 26, 17 March 2003.
  27. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1959). The movement of world revolution. [S.l.: s.n.] 
  28. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1960). The Historic Reality of Christian Culture: A Way to the Renewal of Human Life. [S.l.: s.n.] 
  29. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 2010). The Crisis of Western Education (The Works of Christopher Dawson). [S.l.: s.n.] ISBN 9780813216836 
  30. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1967). The Dividing of Christendom. [S.l.: s.n.] 
  31. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 2008). The Formation of Christendom. [S.l.: s.n.] ISBN 9781586172398 
  32. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1972). The gods of revolution. [S.l.: s.n.] 
  33. Dawson, Christopher (1 de janeiro de 1975). Religion and World History: A Selection from the Works of Christopher Dawson. [S.l.: s.n.] ISBN 9780385095518 
  34. «Full text of "Christianity and Culture: Selections from the Writings of Christopher Dawson (updated 10/08, PDF)"». archive.org 
  35. Stork, Thomas. "Catholics and the Bourgeois Mind," The Distributist Review, 31 December 2012.

Leitura complementar[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]