Christopher Marlowe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Christopher Marlowe
Nascimento 23 de fevereiro de 1564
Cantuária (Reino da Inglaterra)
Morte 30 de maio de 1593 (29 anos)
Deptford (Reino da Inglaterra)
Batizado 26 de fevereiro de 1564
Cidadania Reino da Inglaterra
Etnia ingleses
Alma mater
Ocupação dramaturgo, poeta, tradutor, autor
Obras destacadas Edward II, A Trágica História do Doutor Fausto, O Judeu de Malta
Movimento estético teatro isabelino
Causa da morte esfaqueamento
Assinatura
Christopher Marlowe Signature.svg

Christopher Marlowe (batizado a 26 de fevereiro de 156430 de maio de 1593) foi dramaturgo, poeta e tradutor inglês, e viveu no Período Elizabetano. É considerado o maior renovador da forma do teatro do período com a introdução dos versos brancos, estrutura que será empregada por Shakespeare. Inclusivamente especula-se que ele será o próprio, como uma segunda identidade, e senão for assim, pelo menos parece ter sido provado que terão trabalhado em conjunto na composição de algumas peças de teatro.[1]

Especula-se que Marlowe tenha atuado como agente secreto para Francis Walsingham. Segundo o depoimento dos seus assassinos Christopher Marlowe foi morto ainda jovem numa briga de taberna em maio de 1593, se bem que não se tenha a certeza do que aconteceu naquela tarde fatídica.

Marlowe frequentou o The King's School (Canterbury) (onde uma edificação atualmente leva seu nome) e o Corpus Christi College (Cambridge), onde recebeu o grau de Bachelor of Arts em 1584.[2]

Peças de teatro[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Christopher Marlowe
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Christopher Marlowe
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.