Christopher Pike

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Christopher Pike
Jeffrey Hunter como Capitão Christopher Pike
Descrição ficcional
Espécie Humano

Christopher Pike é um personagem da franquia de entretenimento Star Trek. Ele foi interpretado por Jeffrey Hunter no piloto original de Star Trek, "The Cage", como o capitão da USS Enterprise. O piloto foi rejeitado, e o personagem foi abandonado durante o desenvolvimento do segundo piloto quando Hunter decidiu que ele não desejava continuar com a série.[1][2] Sean Kenney interpretou Pike em novas cenas filmadas para o episódio subsequente "The Menagerie", que também reusa imagens originais de Hunter em "The Cage". Bruce Greenwood interpretou Pike no filme Star Trek e Anson Mount viveu o personagem em Star Trek: Discovery.

Representação[editar | editar código-fonte]

Pouco se sabe da vida pessoal de Pike. De acordo com diálogos em "The Cage", Pike nasceu em Mojave, Califórnia e em algum momento teve um cavalo chamado de Tango.

Pike é o primeiro capitão da USS Enterprise (NCC-1701) reconhecido pelo canône de Star Trek. Entretanto, Star Trek: The Animated Series revela que o Capitão Robert April precedeu Pike, e romances e livros de referência sobre Star Trek também identificam April como o predecessor de Pike.[3][4]

"The Cage"[editar | editar código-fonte]

No começo de "The Cage", Pike e sua tripulação estão se recuperando de uma missão em Rigel VII onde vários membros do grupo de desembarque foram mortos pelos habitantes. O incidente encheu Pike de tanta culpa que ele estava considerando deixar a Frota Estelar.

Enquanto isso, a Enterprise está a caminho de Colônia Vega para deixar alguns tripulantes feridos, quando ela recebe um pedido de socorro da nave SS Columbia, perdida 18 anos antes. Pike muda o curso para Talos IV para resgatar os sobreviventes.

Pike descobre que todos os sobreviventes, com exceção de uma, são ilusões criadas pelos talosianos para atrair a tripulação da Enterprise para o planeta. Os talosianos fazem todos os esforços para fornecer fantasias sexuais para apelar à Pike, usando como objeto de desejo a única sobrevivente da Columbia, Vina. Depois de escapar de sua cela com a ajuda de sua primeira oficial, Número Um, e da Ordenança J. M. Colt, os talosianos mostram a Pike a verdadeira aparência de Vina, uma mulher velha e desfigurada. Os talosianos salvaram sua vida depois da queda da Columbia, porém não possuiam nenhum guia para "consertar" o corpo humano. Pike pede para que os talosianos restaurem sua ilusão de beleza e a Enterprise deixa Talos IV.[5]

"The Menagerie"[editar | editar código-fonte]

Em algum ponto antes de "The Menagerie", Pike é promovido a Capitão de Frota. Ele é severamente ferido ao resgatar cadetes de uma ruptura do casco de uma nave de treinamento, a radiação de raios delta o deixa paralisado, mudo, gravemente cicatrizado e dependente de uma cadeira de rodas operada por ondas cerebrais. Seu único modo de comunicação é por meio de uma luz na cadeira: um pisque significa "sim" e dois pisques indica "não".

Em "The Menagerie", a Enterprise, agora sob o comando do Capitão James T. Kirk, viajam até a Base Estelar 11. Spock, que serviu com Pike por "onze anos, quatro meses e cinco dias", faz arranjos clandestinos para levar Pike devolta para Talos IV, apesar de viagem para Talos IV ser o único crime punido com a morte pela Frota Estelar. Spock vai para corte marcial, com as evidências durante o processo serem imagens de "The Cage". Ao final, Pike se reencontra com Vina e recebe a ilusão de saúde perfeita.[6]

Referências posteriores[editar | editar código-fonte]

Pike é mencionado no episódio da série original "Mirror, Mirror". A versão do Universo Espelho do Capitão Kirk assassina Pike para se tornar o oficial comandante da ISS Enterprise.[7]

Uma breve referência à Pike acorre no episódio "Tears of the Prophets", de Star Trek: Deep Space Nine; o Capitão Benjamin Sisko recebe a "Medalha de Valor Christopher Pike" por suas ações durante a Guerra dos Dominion.[4][8] Diálogo do episódio "Take Me Out to the Holosuite", de Deep Space Nine, indica que o Capitão Solok da USS T'Kumbra recebeu a medalha duas vezes.[4][9]

Star Trek[editar | editar código-fonte]

Christopher Pike aparece em Star Trek de 2009, desta vez interpretado por Bruce Greenwood. No filme, Pike encoraja o jovem James Kirk a seguir os passos do pai, e o desafia a entrar na Frota Estelar. Pike é o primeiro capitão da USS Enterprise, com Kirk abordo. Pike é levado como prisioneiro pelo romulano Nero e torturado para informar as defesas de perímetro da Terra. Ele é mais tarde resgatado por Kirk. Ao final do filme, ele é promovido a Almirante. Na cena final ele aparece com uma cadeira de rodas, referenciando sua aparência em "The Menagerie". Desta vez ele pode usar seu corpo e falar, estando apenas se recuperando de seus ferimentos. O Almirante Pike orgulhosamente entrega o comando da Enterprise para Kirk.[10]

Star Trek: Discovery[editar | editar código-fonte]

Cristopher Pike é interpretado por Anson Mount na segunda temporada de Star Trek: Discovery.[11]

Referências

  1. Alexander, David (1994). Star Trek Creator: The Authorized Biography of Gene Roddenberry. [S.l.]: Roc. p. 244. ISBN 0-451-45418-9 
  2. Solow, Herbet F.; Justman, Robert H. (1996). Inside Star Trek: The Real Story. [S.l.]: Pocket Books. p. 63. ISBN 0-671-89628-8 
  3. Carey, Diane (1995). Best Destiny. [S.l.]: Pocket Books. ISBN 0-517-13905-7 
  4. a b c Okuda, Michael; Denise, Okuda; Mirek, Debbie (1999). The Star Trek Encyclopedia. [S.l.]: Pocket Books. ISBN 0-671-53609-5 
  5. "The Cage", Star Trek. 1965
  6. "The Menagerie", Star Trek. 1966
  7. "Mirror, Mirror", Star Trek. 1967
  8. "Tears of the Prophets", Star Trek: Deep Space Nine. 1998
  9. "Take Me Out to the Holosuite, Star Trek: Deep Space Nine. 1998
  10. Star Trek. 2009
  11. https://intl.startrek.com/database_article/pike

Ligações externas[editar | editar código-fonte]