Christopher Polge

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Christopher Polge
Conhecido(a) por Criopreservação
Nascimento 16 de agosto de 1926
Morte 17 de agosto de 2006 (80 anos)
Residência Inglaterra
Nacionalidade Britânico
Alma mater Universidade de Reading
Prêmios Prêmio Wolf de Agronomia (1988), Prêmio Japão (1992)[1]
Orientado(s) Ian Wilmut[2]
Instituições National Institute for Medical Research, Animal Research Station at Cambridge
Campo(s) Criobiologia

Ernest John Christopher Polge CBE, FRS (16 de agosto de 192617 de agosto de 2006) foi um biólogo inglês, notável por seu trabalho sobre criopreservação.[3][4]

Filho de um fazendeiro de Buckinghamshire, foi educado na Bootham School em Iorque, seguindo depois para a Universidade de Reading, onde estudou agronomia. Trabalhou brevemente como um economista agrônomo antes de entrar para a Divisão de Biologia Experimental do National Institute for Medical Research em Mill Hill, Londres, e depois na Estação de Pesquisa Animal em Cambridge, onde foi subordinado de Sir John Hammond.[5]

Foi quando era doutorando que resolveu o problema antigo de preservação de células vivas e ossos a temperaturas muito baixas. In 1950 Polge produziu os primeiros frangos de ovos fertilizados com esperma congelado,[6] os primeiros vertebrados a serem produzidos desta forma. Dois anos depois Polge relatou altas taxas de gravidez em bovinos com esperma congelado por períodos superiores a um ano, trabalho que teve consequências de longo alcance para o futuro da inseminação artificial e melhora genética no gado.

Depois que a Animal Research Station fechou em 1986, Polge co-fundou a Animal Biotechnology Cambridge Ltd., onde foi também diretor científico, para traduzir pesquisa básica e aplicada em processos e produtos agrícolas comerciais.[3]

Polge foi eleito membro da Royal Society em 1983, recebeu o Prêmio Wolf de Agronomia de 1988. Foi eleito membro estrangeiro associado da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos em 1997.

Referências

  1. Laureates of the Japan Prize. japanprize.jp
  2. Polge, C.; Salamon, S.; Wilmut, I. (1970). «Fertilizing capacity of frozen boar semen following surgical insemination». The Veterinary record. 87 (15): 424–429. PMID 5485635 
  3. a b Rall, W. (2007). «Ernest John Christopher Polge FRS (1926–2006)». Cryobiology. 54 (3): 241–242. doi:10.1016/j.cryobiol.2007.04.001 
  4. Hunter, R. H. F. (2008). «Ernest John Christopher Polge. 16 August 1926 – 17 August 2006». Biographical Memoirs of Fellows of the Royal Society. 54. 275 páginas. doi:10.1098/rsbm.2008.0006 
  5. «Christopher Polge Obituary – Telegraph». The Daily Telegraph. London. 11 de setembro de 2006. Consultado em 15 de julho de 2017 
  6. Polge, C.; Smith, A. U.; Parkes, A. S. (1949). «Revival of Spermatozoa after Vitrification and Dehydration at Low Temperatures». Nature. 164 (4172). 666 páginas. PMID 18143360. doi:10.1038/164666a0