Chrysolophus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaChrysolophus
Faisão-dourado (Chrysolophus pictus)
Faisão-dourado (Chrysolophus pictus)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Galliformes
Família: Phasianidae
Gênero: Chrysolophus
J.E. Gray, 1834
Espécies
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Chrysolophus

Chrysolophus é um gênero de ave galliforme da família Phasianidae. Existem apenas duas espécies monotípicas deste gênero[1], ambas nativas do leste asiático, principalmente da China.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome do gênero Chrysolophus provem da palavra khrusolophos, do grego antigo, que significa "com a crista dourada".

Descrição[editar | editar código-fonte]

Conhecidos como "Faisões de colarinho" são aves de plumagem atrativa e por isso são consideradas aves ornamentais. Ambas são de origem asiática, nativas de territórios da China e do Tibete, sendo introduzidas no mundo inteiro. Na Inglaterra as duas espécies são cruzadas para a produção de híbridos.

Ambas as espécies de faisões do gênero Crysolophus são consideradas aves esbeltas de cauda longa. Os machos são muito coloridos com um nemés de penas longas e largas envolta se sua cabeça, que formam um leque que é exibido durante rituais de acasalamento. Essas penas são quase angulares no Faisão-dourado(douradas com bordas negras), enquanto que no Faisão-lady elas são claramente arredondadas na parte inferior(prateadas com borda negra). Em ambos a bainha das penas é larga e escura. Um diferencial destes para outros faisões é que a área nua próxima aos olhos não é vermelha, não é muito larga e não possui cristas eréteis. No topo da cabeça, há um topete de penas longas, duras e brilhantes que formam um gorro que desce até a nuca(vermelha no Lady e amarela no dourado). A causa consiste em oito pares de penas de controle, com as do meio sendo muito alongadas. O Faisão-Lady chega a atingir 1,15m por conta dessa cauda. Sua pernas são nuas, longas e delgadas, com esporas ligeiramente pronunciadas. As fêmeas apresentam forte dimorfismo sexual com plumagem marrom relativamente simples, com listras pretas. A fêmea do dourado, possui como cor básica um marrom-amarelado, enquanto a Lady é mais marrom-avermelhada. Em ambas os ovos são grandes e desproporcionais ao tamanho da fêmea[2].

Distribuição e Habitat[editar | editar código-fonte]

O Faisão-dourado ocorre do centro da China até o oeste de Sujuão, enquanto que o Faisão-Lady é encontrado desde lá para o Tibete e Mianmar. No triângulo de províncias chinesas formado por Sujuão, Iunã e Guizhou, a ocorrência de ambas as espécies é grande e ocorrem muitos híbridos[3].

São espécies que, na natureza, vivem nas selvas e florestas subtropicais de montanhas, com o Faisão-dourado vivendo em altitudes de até 2500m, o Faisão-lady prefere altitudes maiores até mais frias. Eles podem ocorrer também no mesmo habitat. São animais que vivem no chão, se alimentam de gramíneas, folhas e invertebrados, passando a noite empoleiradas em árvores. Com dificuldades para voos longos, eles preferem correr. São aves de porte menor que das galinhas, pesando geralmente menos que 800g e apresentando ambas as espécies uma longa cauda e penas coloridas nos machos.[4].

Comportamento[editar | editar código-fonte]

O Faisão-Lady costuma formar bandos de até 20 a 30 aves, enquanto o Faisão-dourado, forma bandos no inverno por apenas três aves, sendo que algumas aves podem passar o ano inteiro sozinhas. Eles tendem a ser monogâmicos. Durante a corte, os machos esticam as pernas e levantam a cauda, abaixam a cabeça e abrem o leque da gola e apresentam suas penas da costa, que são muito coloridas.

Espécies[editar | editar código-fonte]

Imagem Nome científico Nome comum Distribuição
Guldfasan-2.jpg Chrysolophus pictus
Linnaeus, 1829
Faisão-dourado O Faisão-dourado ocorre do centro da China até o oeste de Sujuão.
Lady Amherst's Pheasant, Chrysolophus amherstiae cropped.jpg Chrysolophus amherstiae
Leadbeater, 1829
Faisão-Lady o Faisão-Lady é encontrado desde o centro da China até o Tibete e Mianmar.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Heinz-Sigurd Raethel: Hühnervögel der Welt. Verlag J. Neumann-Neudamm GmbH & Co. KG, Melsungen 1988, ISBN 3-7888-0440-8.
  • Steve Madge, Philip McGowan e Guy M. Kirwan: Pheasants, Partridges and Grouse. Christopher Helm, London 2002, ISBN 0-7136-3966-0.

Referências

  1. «Worldbirdnames.org – Pheasants». IOC World Bird List. Consultado em 17 de agosto de 2014 
  2. «Chrysolophus pictus». AnAge. Consultado em 19 de maio de 2022 
  3. Raethel, S. 655, s. Literatur
  4. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30192940/