Chuva-de-ouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaChuva-de-ouro
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Subfamília: Caesalpinioideae
Género: Cassia
Espécie: C. ferruginea
Nome binomial
Cassia ferruginea
(Schrad) Schrad ex DC

A Chuva-de-ouro, Canafístula, Cássia-fístula, Cássia-imperial, é uma árvore da família das fabáceas (Leguminosae), pertencente à subfamília Caesalpinioideae. A planta é nativa da Ásia e possui um ciclo de vida perene. Muito utilizada na arborização urbana por causa das suas flores de cor amarela.

A chuva-de-ouro é uma planta permanentemente lenhosa de grande porte que atinja altura mínima de 6m na maturidade. As árvores têm ramos secundários, o que as distingue das palmeiras, portanto apenas as gimnospermas e angiospermas dicotiledôneas lenhosas são chamadas árvores. !!!!Planta Tóxica!!!! Mantenha longe de crianças e animais (toda a planta é tóxica). Pertencente à família Fabaceae, nativa da Índia, perene, de crescimento rápido, atinge de 6-10 metros de altura, para 4 metros de diâmetro da copa arredondada.

Com folhas pinadas, alternas, com 4-8 pares de folíolos elípticos, acuminados e de cor verde-viva. Com flores amarelas, perfumadas, em cachos pendentes de quase meio metro de comprimento. Surgem na primavera-verão.

Os frutos são vagens cilíndricas, castanho escuras ou negras, que facilmente ultrapassam os 30 cm e são tão perfumadas quanto as flores. Para perfurmar a casa, espalha-se vagens secas e abertas.

Em jardins é usada como planta isolada em meio à gramados; também em praças e calçadas pois não apresenta raízes agressivas.

No verão desponta sua inflorescência.

Características morfológicas[editar | editar código-fonte]

Possui uma altura entre 8 a 15m, com copa ampla, tranco de diâmetro entre 50 a 70 centímetros. Folhas alternadas espiraladas, compostas paripinadas contendo de 10 a 30 folíolos opostos. Flores bissexuadas. Os frutos são vagens alongadas indeiscentes.

Ocorrência[editar | editar código-fonte]

Planta exótica, pode ser encontrada em todo o Brasil, além do estado do Ceará até minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná.

Informações ecológicas[editar | editar código-fonte]

Planta heliófita e de folhas decíduas. Produz uma grande quantia de frutos todos os anos.

Referências

LORENZI, Harri. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 5. ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2008. 384 p. v. 1.

http://faunaeflora.terradagente.g1.globo.com/flora/arvores-palmeiras/NOT,0,0,1223707,Cassia-imperial.aspx

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre leguminosas (família Fabaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.