Ciclomotor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um ciclomotor.

Ciclomotor é o veículo de duas ou três rodas, provido de um motor de combustão interna, cuja cilindrada não exceda 50 cm3 (3,05 in3) e cuja velocidade máxima de fabricação não exceda a 50 km/h.[1]

Em geral o ciclomotor parece um tipo de bicicleta motorizada, foi bastante popular nos anos 70 e 80. No Brasil, foi fabricado em maior escala pela Caloi e Monark. Possuía um motor monocilíndrico de 2 tempos, de 49cc. A partida era a pedal, como em uma bicicleta. Não existia câmbio. A transmissão era por uma embreagem centrífuga, que alongava a relação de acordo com a rotação do motor.

Para a Convenção sobre Trânsito Viário de Viena (1968), bem como para o Código de Trânsito Brasileiro, o ciclomotor é um veículo de duas ou três rodas, provido de um motor de combustão interna, cuja cilindrada não exceda a 50 centímetros cúbicos e cuja velocidade máxima de fabricação não exceda a 50 quilómetros por hora. Por conta do limite de 50cc de cilindrada, estes veículos são popularmente conhecidos no Brasil como motos cinquentinha.

Referências

  1. «EMPLACAMENTO CICLOMOTORES». DETRAN. Consultado em 07/08/2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ciclomotor

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma motocicleta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.