Cidadania honorária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cidadão honorário)
Ir para: navegação, pesquisa

Cidadania honorária é um título de honraria que uma pessoa de importância recebe da Câmara Municipal de uma cidade, da Assembleia Legislativa de um Estado (ou DF no caso do Brasil), da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal.

Por exemplo: Lady Gaga é cidadã honorária de Sydney, por prestar favores que ajudaram no desenvolvimento social do local.

O Título de Cidadão equipara a pessoa homenageada a uma adoção oficial. A pessoa agraciada passa a ser um irmão, um conterrâneo, uma pessoa da terra natal. Mesmo que um homenageado não tenha nascido ou não resida no Município, para que se lhe conceda tal homenagem, faz-se necessário que se diga o que ele (homenageado) fez, sem visar lucros, interesses pessoais ou profissionais, em defesa do povo do Município que lhe concedeu tal cidadania.

Entre personalidades que receberam o Título de Cidadão Honorário de Brasília, estão nomes que trouxeram muitos benefícios para a Capital, como o ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz, o carnavalesco Joãosinho Trinta (in memoriam), Ademar Ksotoshi Sato, o vice-presidente da OAB/DF Severino Cajazeiras , o ex-secretário de Cultura do DF José Ricardo Marques, o Comandante da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato e a Apóstola Valnice Milhomen em sessão solene pela Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Há também o italiano Domenico de Masi que recebeu o título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro.[1]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.
  1. http://www.domenicodemasi.it/pt/biografia/