Cilindro circular reto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Um cilindro circular reto, também chamado com menos frequência de cilindro de revolução, é um cilindro cujas geratrizes são perpendiculares às bases. Além do cilindro circular reto, dentro do estudo de geometria espacial há ainda o cilindro circular oblíquo.

Para se calcular a área lateral de um cilindro circular reto usa-se a seguinte fórmula:

Onde:

  • é igual a área lateral do cilindro;
  • é igual a aproximadamente 3,14;
  • é igual a distância que as bordas laterais do cilindro tem para o centro;
  • é igual a altura do cilindro.

Para se calcular a área total de um cilindro circular reto usa-se a seguinte fórmula:

Alguns exemplos de objetos que tem a forma de cilindro circular reto são as latas, os lápis de cor e as velas.

A área da base de um cilindro é a área de um círculo de raio r.

Ab = pi.r²

A superfície lateral de um cilindro é a reunião das geratrizes. A área dessa superfície é chamada área lateral que é:

Al = 2. pi . h (2pi . altura)

Área total é:

At = Al + 2Ab

Substituindo Al= 2 pirh e Ab = pir², vem

At = 2pir (h + r)

O Volume de um cilindro é obtido da mesma forma que o volume do prisma:

V = Ab . h

Substituindo Ab= pir², temos:

V = pir²h

Se o cilindro é equilátero as fórmulas serão:

Al = 4pir²

At = 6pir²

e o volume será V = 2pir³

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geometria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.