Cinédia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cinédia
Wallace Downey com Carmen Miranda nos estúdios da Cinédia.
Privada
Slogan "Todo filme brasileiro deve ser visto"
Atividade Cinema
Gênero Estúdio e Produtora de cinema
Fundação 15 de março de 1930 (90 anos)
Fundador(es) Adhemar Gonzaga
Sede Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Proprietário(s) Alice Gonzaga
Produtos Filmes
Obras Ver lista

Cinédia é uma companhia cinematográfica fundada em 15 de março de 1930 no Rio de Janeiro.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Uma das mais importantes produtoras do cinema brasileiro nos anos 1930 e 1940, a Cinédia foi idealizada por Adhemar Gonzaga, se dedicando a produzir dramas populares e comédias musicais, que ficaram conhecidas pela denominação genérica de chanchadas.

Importou os melhores equipamentos e tecnologias, como câmeras Mitchell, e o sistema de som Movietone, no primeiro filme brasileiro com som óptico.[1]

Humberto Mauro assinou o primeiro filme da companhia, Lábios Sem Beijos, de 1930. Em 1933, ele dirigiu, com Adhemar Gonzaga, A Voz do Carnaval, no qual a cantora Carmen Miranda fez uma de suas primeiras aparições cinematográficas.[2]

Com comédias musicais como Alô, alô, Brasil; Alô, Alô, Carnaval e Onde estás, felicidade? , lançou atores como Oscarito, Grande Otelo e Dercy Gonçalves.[3]

O maior sucesso de público da Cinédia foi O Ébrio, de 1946, produzido por Gonzaga e dirigido por Gilda de Abreu. Destacam-se também Bonequinha de Seda de 1936; Estudantes de 1935; Ganga Bruta de 1933; e Limite de 1931.

Os antigos estúdios da Cinédia no Rio de Janeiro foram usados para as gravações da novela adolescente Malhação da Rede Globo, entre os anos de 1995 e 1998, quando a trama ainda se passava em uma fictícia academia de ginástica.

Atualmente, a empresa segue em funcionamento em nova sede no bairro da Glória, onde também estão alocados seu acervo documental e seu acervo de equipamentos.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Shaw, Lisa. «"Brazilian National Cinema"» 
  2. Ramos, Fernão em "História do Cinema Brasileiro" - Arte Editora Ltda, 1987
  3. «Os 85 anos da Cinédia, estúdio que produziu as chanchadas» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.