Cineclube do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Cineclube do Porto localiza-se na Rua do Rosário da freguesia de Miragaia, na cidade e Distrito do Porto, em Portugal[1].

História[editar | editar código-fonte]

Este cineclube foi fundado, em 13 de abril de 1945, por Hipólito Duarte e um grupo de jovens entusiastas, donde se destacavam Fernando Lavrador, João David, Jorge Tavares, Manuel Ferraz, António Lopes Fernandes, entre muitos outros.

As finalidades do clube eram defender o cinema em geral e o cinema português em particular; publicar um boletim; realizar sessões exibindo filmes de interesse cine-clubista e tendentes a dar uma boa formação cinematográfica aos associados; e formar uma escola de cinema.

O clube não tinha fins religiosos ou políticos e cobrava uma quota mensal de 2$50 (considerando o efeito da inflação, equivaleria em 2007 a cerca de 0,94 €).

No dia 5 de maio do mesmo ano da fundação, saía a primeira notícia nos jornais. Em A Tarde, do Porto, lia-se: "Fundou-se no Porto, o Clube Português de Cinematografia, que tem delegações em Lisboa e Coimbra, e se destina a desenvolver o gosto pelos mais sérios problemas da cinematografia. É seu director, Hipólito Duarte".

O cineclube hoje ainda existe e é um dos maiores do país.

Referências

  1. «Património - Artístico, Cultural e Monumental / Um prédio cheio de histórias». Junta de Freguesia de Miragaia. Consultado em 15 de fevereiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]