Cinema Mudo (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cinema Mudo
Álbum de estúdio de Os Paralamas do Sucesso
Lançamento 1983
Gravação 1983, Estúdios EMI-Odeon, Rio de Janeiro
Gravadora(s) EMI
Produção Marcelo Sussekind
Cronologia de Os Paralamas do Sucesso
O Passo do Lui (1984)
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 4 de 5 estrelas.

Cinema Mudo é o álbum de estréia dos Paralamas do Sucesso, lançado em 1983. Vendeu 5 mil cópias inicialmente, e 90 mil até hoje. Herbert Vianna não gosta muito do resultado, e diz que a gravação do disco fora "manipulada" pela gravadora, que acrescentou solos, ecos, teclados, etc. Levou a uma turnê com 37 shows em 1983, e 112 (juntando com a turnê de O Passo do Lui) em 1984.

O álbum começou com uma fita demo mandada à rádio Fluminense FM em 1982, com 4 músicas: "Vital e sua Moto", "Patrulha Noturna", "Encruzilhada Agrícola-Industrial" e "Solidariedade Não!". "Vital", em homenagem ao primeiro baterista da banda, Vital Dias, foi bem tocada no verão de 83, e levou a um contrato com a EMI. Tirando "Solidariedade Não" (sobre o sindicato polonês), todas as músicas do demo entraram no álbum (mas uma com o nome encurtado para "Encruzilhada", e "Vital e Sua Moto" com novo arranjo). Ao todo o álbum incluiu 3 hits, "Vital E Sua Moto", "Cinema Mudo" e "Vovó Ondina, É Gente Fina".

As duas músicas mais conhecidas, que viraram compactos, são "Vital" (lado B:"Patrulha Noturna") e a faixa-título "Cinema Mudo" (lado B:"Shopstake"). O disco também inclui uma versão para "Química", do Legião Urbana.

"Vovó Ondina é Gente Fina" é homenagem à avó de Bi Ribeiro, que os deixava ensaiar em sua casa.

"Volúpia" é a primeira canção dos Paralamas a incluir sopros.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas de autoria de Herbert Vianna, exceto quando indicado.

Lado A
N.º Título Duração
1. "Vital e Sua Moto"   03:11
2. "Foi o Mordomo"   04:00
3. "Cinema Mudo"   03:50
4. "Patrulha Noturna"   02:54
5. "Shopstake" (instrumental; Herbert Vianna, Bi Ribeiro) 03:01
Lado B
N.º Título Duração
1. "Vovó Ondina é Gente Fina"   02:02
2. "O Que Eu Não Disse" (Herbert Vianna, João Barone, Renato Russo) 03:41
3. "Química" (Renato Russo) 03:02
4. "Encruzilhada"   03:00
5. "Volúpia"   02:36

Compactos Simples[editar | editar código-fonte]

  • 1983 - Vital e Sua Moto:

Lado A: "Vital e Sua Moto"
Lado B: "Patrulha Noturna"

  • 1984 - Cinema Mudo:

Lado A: "Cinema Mudo"
Lado B: "Shopstake" (instrumental)

Créditos[editar | editar código-fonte]

  • Herbert Vianna: guitarra e vocal
  • Bi Ribeiro: baixo
  • João Barone: bateria e percussão
  • Lulu Santos: guitarra slide em "O Que Eu Não Disse"
  • Ruban: teclados em "Foi o Mordomo"
  • Leo Gandelman: arranjo de metais em "Volúpia"
  • Cravo em "Cinema Mudo" por Herbert Vianna e Marcelo Sussekind

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Os Paralamas do Sucesso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.