Cinema de Lágrimas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cinema de Lágrimas
 Brasil
1995 •  cor •  95 min 
Direção Nelson Pereira dos Santos
Produção Alejandro Clancy
Roberto Feith
Laura Imperiale
Hilton Kauffmann
Bob Last
Colin MacCabe
Produção executiva Aroldo Carvalho
Ana Paula Sigmaringa Seixas
Roteiro Silvia Oroz
Nelson Pereira dos Santos
Elenco Cosme Alves Neto
André Barros
Raul Cortez
Jorge Luís Hidalgo
Silvia Oroz
Patrik Tannus
Christiane Torloni
Ivan Trujilo
Gênero Drama
Música Paulo Jobim
Direção de fotografia Walter Carvalho
Edição Luelane Corrêa
Distribuição Riofilme
Sagres Filmes (Brasil vídeo)
absolut MEDIEN (Alemanha) (2008) (DVD)
Lançamento Brasil 19 de maio de 1995
França 19 de maio de 1995
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Cinema de Lágrimas é um filme brasileiro de 1995, dirigido por Nelson Pereira dos Santos, como parte do projeto das comemorações dos 100 anos do cinema organizado pelo British Film Institute.[1] O roteiro é baseado em um conto de Silvia Oroz e a direção de fotografia é de Walter Carvalho. A música original é de Paulo Jobim.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um diretor brasileiro vai para a Cidade do México para estudar os grandes melodramas mexicanos. Abalado pelo fracasso de sua última peça e por sonhos recorrentes com a mãe que se suicidou quando ele tinha quatro anos de idade, o diretor teatral Rodrigo Ferreira contrata um jovem estudante de cinema, Yves (André Barros), para ajudá-lo a descobrir o filme que sua mãe teria assistido pouco antes de morrer.

A missão os leva à Cinemateca da Universidade do México, onde assistem melodramas produzidos entre as décadas de 30 e 50.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Cosme Alves Neto .... Cineclub Director
  • André Barros .... Yves
  • Raul Cortez .... Rodrigo Ferreira
  • Jorge Luís Hidalgo .... Projecionista (Voz)
  • Silvia Oroz .... Professora Conferencista
  • Patrick Tannus .... Rodrigo (adolescência)
  • Christiane Torloni .... Mãe do Rodrigo


Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O longa de Nelson Pereira custou US$ 850 mil, dos quais US$ 200 mil vieram de patrocínio do Banco Nacional, US$ 170 mil da distribuidora Riofilme e o restante da empresa Metavídeo, de Roberto Feith, produtor do filme.[3]



Ligações externas[editar | editar código-fonte]