Cinosargo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cinosargo ou Cinosarges[1][2] (em grego: Κυνόσαργες) era um Ginásio público localizado fora dos muros da Atenas da Grécia Antiga[3] na margem sul do rio Ilissos. Sua localização exata é desconhecida, mas é geralmente localizado nos subúrbios do sul de Atenas.[4] A palavra Cynosarges significa ou pode significar ainda "alimento de cão", "cão branco", ou "cão rápido".[5]

O Cinosargo era um ginásio e templo construído para os nothoi atenienses.[6] "Nothoi" é um termo que designa aquele que não possui a cidadania ateniense por ter nascido de uma escrava, estrangeira, prostituta, de pais cidadãos mas não legalmente casados,[7] ou ainda, bastardos de mulheres hilotas[8][9] [10]

Referências

  1. Antenor Nascentes (2003). Estudos filológicos: volume dedicado à memória de Antenor Nascentes. Academia Brasileira de Letras. ISBN 978-85-7440-067-9.
  2. R. BRACHT BRANHAM; MARIE-ODILE-GOULET CAZE. Os Cínicos. LOYOLA. p. 14. ISBN 978-85-15-03223-5.
  3. Κυνόσαργες. Liddell, Henry George; Scott, Robert; A Greek–English Lexicon no Perseus Project
  4. The Stones of Athens, Wycherley, R.E., Princeton 1978.Pg 229
  5. Jacques Brunschwig; Geoffrey Ernest Richard Lloyd; Pierre Pellegrin. A Guide to Greek Thought: Major Figures and Trends. Harvard University Press; 2003. ISBN 978-0-674-02156-3. p. 322.
  6. Violence and Abuse in Society: Understanding a Global Crisis. ABC-CLIO; ISBN 978-0-313-38276-5. p. 87.
  7. Julie Piering. «Cynics» (em inglês). The Internet Encyclopedia of Philosophy. Consultado em 4 de junho de 2014 
  8. Ian Morris; Walter Scheidel. The Dynamics of Ancient Empires: State Power from Assyria to Byzantium. Oxford University Press; 2009. ISBN 978-0-19-988817-7. p. 333.
  9. Ivo Jose Triches. Fundamentos Filosóficos Da Educação. IESDE BRASIL SA; ISBN 978-85-387-0657-1. p. 70.
  10. Diógenes Laércio, vi. 13. Cf. The Oxford Companion to Classical Literature, 2nd edition, p. 165.