Cipionato de testosterona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrutura química de Cipionato de testosterona
Cipionato de testosterona
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
[(8R,9S,10R,13S,14S,17S)-10,13-dimethyl-3-oxo-1,2,6,7,8,9,11,12,14,15,16,17-dodecahydrocyclopenta[a]phenanthren-17-yl] 3-cyclopentylpropanoate
Identificadores
CAS ?
ATC ?
PubChem 6013
Informação química
Fórmula molecular C27H40O3 
Massa molar 412.6047 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade ?
Metabolismo Fígado, testículo e próstata
Meia-vida 8 dias
Excreção Urina
Considerações terapêuticas
Administração Injeção intramuscular, transdérmica (creme, gel ou patch), oral, sub-'Q' pellet
DL50 ?

Cipionato de testosterona (nomes comerciais Deposteron, Testoland Depot, Cytoplin-250, Cyta-Med, etc) é um esteroide anabolizante, andrógeno, provindo da testosterona com 8 cadeias de carbono. A meia vida desta droga é de aproximadamente cinco a seis dias. A administração da droga é feita em seringas intramusculares.[1][2] A sua meia-vida de eliminação é de 8 dias.[3]

No Brasil o cipionato de testosterona é comercializado com o nome de Deposteron. Ele é utilizado em tratamentos de reposição hormonal em pacientes com carência de hormônio masculino ou com hipogonadismo. A administração deste medicamento em pessoas que não concluíram seu desenvolvimento podem sofrer com as epífises mal desenvolvidas.

É muito similar ao enantato de testosterona.

Uso do cipionato de testosterona[editar | editar código-fonte]

O cipionato de testosterona é muito utilizado em academias. Eles conseguem o hormônio de laboratórios clandestinos ou laboratórios legalizados no Paraguai (como a Testoland Depot, produzida pela Landerlan).[4] Seu uso visando a redução da disfunção erétil e visando o aumento dos níveis de testosterona foi efetiva e inúmeros pacientes relatam o quão o medicamento foi efetivo e solucionou seu problema.

Efeitos colaterais[editar | editar código-fonte]

Artigos relacionados[editar | editar código-fonte]

Referências