Circunscrições eclesiásticas da Diocese de Macau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Actualmente, a Diocese de Macau está dividida em seis paróquias (cinco na Península de Macau e uma na Taipa), duas quase-paróquias (na Península de Macau) e uma missão independente (em Coloane).[1][2][3]

A divisão da Diocese de Macau em paróquias e outras circunscrições eclesiásticas menores foi destinada a facilitar a administração e a evangelização, mas também para cumprir o Código de Direito Canônico da Igreja Católica, que determina que "toda diocese ou outra Igreja particular seja dividida em partes distintas ou paróquias." O nome destas divisões foram também utilizados para nomear as sete freguesias de Macau.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1672, existiu na então colónia portuguesa de Macau apenas três paróquias: a , São Lourenço e Santo António.[4] Em pleno século XX, a missão independente de Coloane foi fundada em 1903 e restabelecida em 1963. Esta missão serve essencialmente para evangelizar e servir a pequena comunidade católica desta ilha, que está relativamente longe das outras paróquias e quase-paróquias. A criação de mais duas quase-paróquias, no ano 2000, teve por objectivo ajudar a evangelizar e servir uma parte da comunidade católica que as paróquias, nomeadamente a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, não conseguiram cuidar devidamente.[2]

A actual divisão territorial da missão de Coloane e das paróquias, igual às respectivas freguesias, baseia-se na reforma feita pelo bispo D. Paulo José Tavares (1961-1973), que, de acordo com o Governo de Macau, remodelou as paróquias e a sua respectiva divisão territorial. Nesta remodelação, a paróquia de São Lázaro, constituída em 1923, deixou de ser uma paróquia pessoal dos chineses e passou a ser uma paróquia territorial destinada a todos os católicos, chineses e não chineses, que moravam nos seus limites territoriais. Os católicos chineses que viviam no território das outras paróquias passaram a pertencer às suas respectivas paróquias, desvinculando-se assim da paróquia de S. Lázaro.[3]

Lista[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Informações gerais da Diocese de Macau, no site oficial da Diocese de Macau
  2. a b Informações sobre as paróquias, missões e quase-paróquias de Macau, no site oficial da Diocese de Macau
  3. a b Monsenhor Manuel Teixeira, "Bispos, Missionários, Igrejas e Escolas: no IV Centenário da Diocese de Macau" (Macau e a sua Diocese, Vol. 12), Macau, Tipografia da Missão do Padroado, 1976; págs. 35, 36, 86, 102 e 103
  4. Rafael Ávila Azevedo, A influência da cultura portuguesa em Macau, Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, Ministério da Educação (Portugal), Novembro de 1984; n. 22

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Macau é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.