Cisto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre cistos no corpo. Para a designação comum às plantas do gênero Cistus, veja Cistus. Para o estágio de vida de ser unicelular quando de ocorrência de fatores ambientais hostis ao desenvolvimento, veja Quisto.
Cisto
Cisto ganglionar
Classificação e recursos externos
MedlinePlus 003240
MeSH D003560

Um cisto ou quisto (do grego kystis, saco) é um tumor benigno revestido por uma membrana de tecido epitelial. Pode conter fluidos, material semi-sólido ou pastoso. Tem um crescimento lento e normalmente não causa dor.[1] Uma coleção de pus é chamada de abscesso, e não cisto. Dependendo da causa e local um cisto pode desaparecer mesmo sem tratamento, pode nunca desaparecer ou pode ser removido através de cirurgia. Os cistos podem se formar dentro de qualquer órgão, mas são mais visíveis, e portanto mais diagnosticados, na pele.

Causas[editar | editar código-fonte]

As causas mais comuns de cistos são[1]  :

  • Infecção,
  • Entupimento das glândulas sebáceas (por exemplo a acne)
  • Ao redor de um objeto estranho,
  • Resposta a uma alteração hormonal,
  • Anormalidade no desenvolvimento.

Localizações[editar | editar código-fonte]

  1. a b http://www.significados.com.br/cisto/