Cisto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde maio de 2011). Ajude e colabore com a tradução.
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cisto
Classificação e recursos externos
MedlinePlus 003240
MeSH D003560
Star of life caution.svg Aviso médico

Um cisto ou quisto é um saco fechado contendo uma membrana biológica distinta e divisão celular no tecido próximo. Pode conter ar, fluidos ou material semi-sólido. Uma coleção de pus é chamada de abscesso, e não cisto. Uma vez formado, um cisto pode desaparecer por conta própria ou pode ter de ser removido através de cirurgia.

O cisto é uma espécie de bolsa de tecido, que pode ser cheia de ar, líquido, pus ou outro fluido. Tem um crescimento lento e normalmente não apresenta sintomas.

Os cistos podem se formar dentro de qualquer tecido do corpo. Cisto nos pulmões geralmente estão cheios de ar, enquanto os cistos que envolvem o sistema linfático ou os rins estão cheios de líquido. Certos parasitas podem formar um cisto ou mais dentro dos músculos, fígado, cérebro, pulmões e nos olhos. Mas cistos também são comuns na pele. Eles se desenvolvem como resultado de uma infecção, entupimento das glândulas sebáceas (cisto relacionado à acne) ou ao redor de um objeto estranho espetado na pele. Também pode se desenvolver como resultado de uma anormalidade no desenvolvimento.

Localizações[editar | editar código-fonte]