City Football Group

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
City Football Group
Razão social City Football Group
Atividade Futebol
Gênero Holding
Fundação 2014 (6 anos)
Fundador(es) =Emirados Árabes Unidos Khaldoon Al Mubarak
=Emirados Árabes Unidos Mansour bin Zayed Al Nahyan
Sede Manchester, Reino Unido
Área(s) servida(s) Mundo
Proprietário(s) Abu Dhabi United Group (77%)
China Media Capital/CITIC Capital (13%)
Silver Lake Partners (10%)
Marcas Manchester City F.C. (100%)
New York City FC (80%)
Melbourne City FC (100%)
Yokohama F. Marinos (20%)
Montevideo City Torque (100%)
Girona (44.3%)
Sichuan Jiuniu F.C. (33,3%)
Mumbai City (65%)
City Football Academy
City Football Marketing
City Football Services
City Football Japan
City Football Singapore
City Football China
Website oficial www.cityfootballgroup.com

O grupo City Football Group é uma empresa que foi criada com objetivo de criar, supervisionar e administrar uma rede de clubes e diversas áreas dentro do Futebol, que atua sob tutela do Manchester City e tem como matriz a Abu Dhabi United Group.

Manchester City[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Manchester City

O sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan criou o Abu Dhabi United Group para facilitar a compra do Manchester City clube inglês que disputa a Premier League, que tinha como proprietário o ex-ministro da Tailândia, Thaksin Shinawatra.[1]

Ápos completar a aquisição do clube, todos os departamentos foram reestruturados, com a intenção de alavancar a marca e subir ao topo o mais rápido possível, modernizando inclusive seu estádio que agora se chama Etihad Stadium. No campo a equipe teve o comando de Mark Hughes, Roberto Mancini,Manuel Pellegrini e agora Pep Guardiola e fez várias contratações de peso nesse período como Robinho, Tévez, David Silva, Kun Aguero, Yaya Toure, Samir Nasri, Fernandinho, dentre outros jogadores. Passou a ser um dos favoritos em todas as competições que disputa, vencendo desde a nova era os títulos da Premier League 2011–12, 2013-14, 2017-18 e 2018-19, a Supercopa da Inglaterra 2012 e 2018, a Copa da Inglaterra 2011 e 2019 e a Copa da Liga Inglesa 2013–14, 2015-16, 2017-18 e 2018-19.

New York City[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: New York City FC

Quando Ferran Soriano foi nomeado diretor do Manchester City em agosto de 2012, Don Garber estendeu a mão para ele sobre a criação de uma nova equipe em Nova York. o que se confirmou em dezembro de 2012 , quando fontes anônimas disse à imprensa que o Manchester City estariam perto de ser anunciado como os novos proprietários do 20 º time da MLS, e o nome da marca New York City Football Club registrado, embora o clube rapidamente negou tal informação. No entanto, Garber anunciada em março de 2013, que ele estava quase pronto para revelar o novo time de expansão.

New York City Football Club, foi registrado no Departamento de Estado de Nova York em 7 de Maio de 2013, e em 21 de Maio de New York City FC foi anunciado oficialmente como a vigésima franquia da MLS. Tem ligações diretas com o Manchester City que por vez é seu proprietário, tendo como seu primeiro funcionário o ex-jogador do Manchester City, MLS e Seleção dos Estados Unidos , Claudio Reyna para servir como Diretor de Futebol, e Jason Kreis [2]para servir como treinador principal da equipe mas o seu insucesso levou a ser despedido logo na primeira época e assim foi substituído pelo Patrick Vieira que era treinador do Manchester City Sub-21.Porém a equipe só estreou na liga no ano de 2015. O primeiro jogador a assinar com a equipe foi o experiente David Villa, jogador espanhol com passagens por Valencia, Barcelona e Atlético de Madrid.

Melbourne City[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Melbourne City

Em 23 de Janeiro de 2014, foi anunciado que o Manchester City adquiriu o clube de futebol australiano Melbourne Heart por DólarUS$ 12 milhões, posteriormente mudando seu nome para Melbourne City F.C.[3]

Yokohama F. Marinos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Yokohama F. Marinos

Em 20 de maio de 2014, foi anunciado que o Manchester City tinha investido em uma participação minoritária no Yokohama F. Marinos, criando uma parceria tanto com o clube de futebol quanto a fabricante de automóveis Nissan.[4]

Girona[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Girona Futbol Club

Sichuan Jiuniu[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Sichuan Jiuniu F.C.

Depois que a equipe da Super Liga Chinesa , Sichuan Guancheng , acabou, o departamento de esportes da província de Sichuan decidiu estabelecer um novo clube. O novo clube, Sichuan FC , foi fundado em fevereiro de 2006.

Em fevereiro de 2019, o City Football Group comprou o clube.

Mumbai City[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Mumbai City Football Club

O Mumbai City Football Club é um clube indiano de futebol profissional com sede em Mumbai , Maharashtra , que compete sob licença da All India Football Federation (AIFF).  A equipe é propriedade do City Football Group , do ator de Bollywood Ranbir Kapoor e Bimal Parekh, um contador credenciado.

No início de 2014, foi anunciado que a Federação de Futebol da Índia , a Federação Nacional de Futebol da Índia e a IMG-Reliance aceitariam lances pela propriedade de oito das nove cidades selecionadas para a próxima Super Liga Indiana (ISL), oito Liga de franquias da equipe modelada de acordo com as linhas da Indian Premier League , a liga profissional de futebol do país.

Montevideo City Torque[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Montevideo City Torque

O Montevideo City Torque é um clube de futebol uruguaio com sede na cidade de Montevidéu, fundado em 2007 como Club Atlético Torque.

Em 6 de abril de 2017, foram confirmadas a conversão do clube para sociedade anônima e a compra pelo City Football Group. Conforme confirmado em meados de 2018, o coordenador de esportes do Torque, Luis Bruno, do City Football Group pretende que nos próximos anos o clube seja renomeado para Montevideo City Football Club e também altere seu escudo atual.

Em 2018, participou pela primeira vez da Primeira Divisão Profissional do Uruguai.

No dia 23 de janeiro de 2020, mudou de nome e escudo para Montevideo City Torque seguindo o padrão já adotado pelos demais clubes do grupo controlador.[5][6][7][8]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]