Ciudad del Este

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ciudad del Este (distrito))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: "Cidade do Leste" redireciona para este artigo. Para o bairro localizado em Manaus, veja Cidade do Leste (Manaus).
Ciudad del Este
  Cidade e Distrito  
Bandeira de Ciudad del Este
Bandeira
Brasão de armas de Ciudad del Este
Brasão de armas
Apelido(s): Ciudad Jardín[1]
(Cidade Jardim)
Lema: siempre a frente
Localização do distrito de Ciudad del Este no Departamento de Alto Paraná
Localização do distrito de Ciudad del Este no Departamento de Alto Paraná
Ciudad del Este está localizado em: Paraguai
Ciudad del Este
Localização de Ciudad del Leste no Paraguai
Coordenadas 25° 30' 52" S 54° 37' O
País  Paraguai
Departamento Bandera del Departamento de Alto Paraná.JPG Alto Paraná
Distrito Ciudad del Este
Região metropolitana Ciudad del Este
Fundação 3 de fevereiro de 1957
Administração [2]
- Tipo Municipalidade
- Intendente Sandra McLeod de Zacarías (Partido Colorado (Paraguai))
Área
- Distrito 104 km²
Altitude 185 m
População (2018) [3]
 - Total 300 255
    • Densidade 2 887,1 hab./km²
 - Conurbação 554 264
Gentílico esteño/a
Demografia
- Línguas castelhano, guarani e português
- Fuso horário AST (UTC-4)
- Horário de verão ADT (UTC-3)
Código postal 7000
Código de área (595) (61)
Padroeiro São Brás
Website www.mcde.gov.py

Ciudad del Este (em português "Cidade do Leste") é uma cidade e distrito do Paraguai, situada no extremo leste do país às margens do rio Paraná. É a capital do departamento do Alto Paraná e está localizada a 327 km da capital do país - Assunção -, interligada pela Rota 7. Também está conectada ao Brasil através da Ponte Internacional da Amizade, no rio Paraná. É a maior cidade dentro do que é chamado de "Tríplice Fronteira", que faz fronteira com Foz do Iguaçu, Brasil e com Puerto Iguazú, Argentina, com aqueles que compõem um grande conglomerado urbano de quase um milhão de habitantes. Nas proximidades de Ciudad del Este, encontra-se a Usina de Itaipu, uma das maiores usinas hidrelétricas do mundo; e as Cataratas do Iguaçu, uma das maravilhas do mundo natural, entre outras atrações turísticas.

Devido a sua população e seu desenvolvimento econômico, é a segunda cidade mais importante do Paraguai, atrás da Gran Asunción. De acordo com as projeções do DGEEC, há 300.255 habitantes e sua área metropolitana, com cerca de meio milhão de habitantes, se for falada apenas dentro do departamento. A cidade tem uma população significativa de imigrantes libaneses e taiwaneses.

Ciudad del Este é caracterizada por ser uma cidade comercial e ultimamente industrial, sendo principalmente conhecida por ser uma das maiores zonas de livre comércio do mundo. É a principal cidade do turismo de compras - mais importante do país e da região. Diariamente, muitos turistas de todo o mundo, especialmente brasileiros e argentinos, atravessam a Ponte da Amizade, na fronteira, para comprar em Ciudad del Este.

O Aeroporto Internacional Guaraní, o segundo aeroporto mais importante do país, localizado na cidade vizinha de Minga Guazú, atende a Ciudad del Este. Além disso, a cidade é a casa do Club Atlético 3 de Febrero, contando com o Estádio Antonio Aranda, que foi utilizado para a Copa América de 1999 e é o terceiro maior estádio do futebol paraguaio.

História[editar | editar código-fonte]

Após a queda do presidente argentino Juan Domingo Perón, na década de 50, o governo paraguaio tomou a decisão de promover vigorosamente a chamada "Marcha para o Leste", buscando chegar ao Oceano Atlântico através do Brasil. O problema principal era que a saída através do Rio da Prata tinha um frete excessivamente caro, que fez com os produtos exportassem pouco ou não fossem competitivos, além de exageradamente caros aqueles que eram comprados do exterior.

A continuação da rota para a margem do Rio Paraná foi de grande importância. À frente das obras, foi nomeado o então capitão Porfirio Pereira Ruiz Díaz, encarregado dos contingentes de várias unidades militares para realizar a tarefa de construir cerca de 200 quilômetros de trecho a partir de Coronel Oviedo. O traçado da rota já havia sido feito, de modo que o trabalho consistia basicamente em ganhar as subidas das montanhas, em condições muito adversas. Era comum aqueles que participavam do trabalho duro adoecessem ou enfrentarem animais selvagens e também chuvas pesadas e frequentes.

Tudo isso serve para medir o esforço que significou a abertura da estrada, que abriria novas perspectivas para o país, que terminaria com a fundação de uma cidade. Em 1955, a Comissão Misto Paraguaia-Brasileira foi criada para impulsionar a estrada para o leste. E em 1956, foi realizado um voo de reconhecimento no Alto Paraná, para definir o local de fundação da nova cidade.

Assim, foi fundada por decreto em 3 de fevereiro de 1957, a cidade de "Puerto Flor de Lis", solicitado pelo governo para buscar a saída para o Oceano Atlântico pelo Brasil, e assim parar de depender pela saída para o mar pelo Rio da Prata. Pouco depois da fundação, o nome foi modificado novamente para "Puerto Presidente Stroessner", em homenagem ao Presidente do Paraguai, Alfredo Stroessner.

Após o golpe de estado que depôs o ditador em 3 de fevereiro de 1989, o comando revolucionário utilizou o nome Ciudad del Este. Nos dias posteriores, através de plebiscito, os cidadãos elegeram e confirmaram o nome de Ciudad del Este.[1]

Os primeiros habitantes que pisaram a terra vermelha de Ciudad del Este estão desfrutando hoje a sua conquista, porque nunca imaginaram como seria forte e florescente em tão pouco tempo. Os privilégios que a natureza dotou esta cidade contribuíram muito para o seu progresso, inclusive pela proximidade com a cidade de Foz do Iguaçu, no Brasil, e também com a Argentina.

Foi difícil se estabelecer na região por causa das selvas inóspitas que cobriam, mas a cidade teve um enorme boom econômico com a construção da ponte e barragem Acaray e Itaipú entre os anos 60 e 70, a economia local foi consolidada e urbanizada rapidamente. É uma das cidades mais cosmopolitas do mundo; Na área há muitos imigrantes de diferentes nacionalidades, como chineses, árabes, indianos, coreanos, etc. Atualmente é a segunda cidade mais desenvolvida e povoada do país, sendo a única cidade do país, além de Assunção, sendo 100% urbanizada a população.

Geografia[editar | editar código-fonte]

É chamado de "Cidade Jardim" por causa da vegetação da área urbana, embora o crescimento da cidade tenha diminuído suas áreas verdes. Localiza-se dentro da "Floresta Atlântica do Alto Paraná", a ecorregião mais biodiversa do Paraguai e da região, caracterizada por densas florestas e alta umidade por ano. Devido ao desenvolvimento da cidade, muitas dessas árvores foram desmatadas. O lago da República fica perto do centro da cidade.

Faz fronteira com Minga Guazú a oeste, com Hernandarias ao norte, ao sul com Los Cedrales e Presidente Franco, e a leste com Foz do Iguaçu, Brasil. Faz parte da área conhecida como a Tríplice Fronteira, onde entra em contato com a soberania paraguaia com a do Brasil - em Foz do Iguaçu - e com a soberania da Argentina - em Puerto Iguazú. Está localizado a 13 km. das famosas Cataratas do Iguaçu, uma das maravilhas do mundo. As três cidades são separadas umas das outras pelo Rio Paraná e pelo Rio Iguaçu.

Com uma aglomeração urbana de 550 mil habitantes (2018),[3] Ciudad del Leste é a segunda cidade mais populosa do Paraguai, ficando atrás da Grande Assunção, que tem 2,2 milhões de habitantes. Muitos brasileiros estudam medicina em Ciudad del Este e em outras localidades adjacentes.

Economia[editar | editar código-fonte]

Centro comercial da cidade.

É a segunda cidade mais importante do país, depois de Assunção. A Ponte da Amizade une o Paraguai ao Brasil. A economia da cidade diversificou-se, especialmente no agronegócio, já que em Ciudad del Este se estabelecem as maiores empresas agrícolas do país. Da mesma forma, semelhante ao que acontece com todo o Paraguai, depende em grande parte do comércio com o Brasil.

Embora Ciudad del Este não tenha áreas rurais, ela surge como um núcleo regional de outros centros urbanos adjacentes, como Hernandarias, Presidente Franco e Minga Guazú.

Na cidade há um grande mercado de alimentos e tem mais de 800 lojas, onde frutas, legumes e roupas são vendidos no local. Além disso, o comércio mais importante com os países vizinhos é o surgimento de lojas de eletrônicos, roupas, tecidos e calçados, que fizeram de Ciudad del Este um paraíso econômico.

A cidade é responsável por 10% do produto interno bruto paraguaio, que é de 4 bilhões de dólares estadunidenses. Seus clientes são, na maioria, brasileiros, paraguaios e coreanos atraídos pelos baixos preços dos produtos ali vendidos. Além disso, a cidade é o quartel-general da Itaipu Binacional, juntamente com Foz do Iguaçu, no Brasil. A venda de eletricidade da usina hidrelétrica de Itaipu para o Brasil gera mais de trezentos milhões de dólares estadunidenses de renda anual para o país.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O turismo de Ciudad del Este é caracterizado pelo turismo de compras, porém a cidade possui, também, atrativos turísticos que fogem a este padrão. A 20 quilômetros ao norte, em Hernandarias, se encontra a represa de Itaipú, que pode ser contemplada pelo lado paraguaio. A 8 quilômetros ao sul, se encontram os Saltos del Monday. A 26 quilômetros ao sul, está localizado o Monumento Científico Moisés Bertoni. O parque de Acaray oferece hospedagem aos visitantes. O lago de la República, que se encontra no centro da cidade, é um espaço de recreação rodeado pela vegetação. A Catedral de San Blás assemelha-se à forma de um barco e foi construída em 1964 com esculturas de pedra. O museu "El Mensú" foi o primeiro espaço destinado para reunir os mais diversos objetos que representam a história, cultura e tradição da cidade, tendo peças da época da fundação da cidade e utensílios de indígenas da região.

Transporte[editar | editar código-fonte]

O município de Ciudad del Este é servido pelas seguintes rodovias:

A cidade tem um terminal de ônibus que é responsável por receber e interligar ônibus distância média e longa da capital, cidades internas e bem como cidades no exterior, como as capitais da Argentina (Buenos Aires), Paraná (Curitiba), São Paulo e outras.

Ciudad del Este não possui aeroporto, sendo servida pelo Aeroporto Internacional Guaraní, localizado no município vizinho de Minga Guazú. É a principal via aérea de comunicação e o segundo aeroporto mais importante do país, depois do Aeroporto Silvio Pettirossi, está a 20 minutos do centro da cidade. O aeroporto oferece vôos diários para Assunção[7].

Clima[editar | editar código-fonte]

A temperatura média anual é de 21 °C, a máxima atinge 38 °C, e a mínima 0 °C. O maior montante anual de precipitação ocorre na região do Alto Paraná, terra do nevoeiro, do orvalho e do inverno permanente. Ciudad del Este tem um clima subtropical continental. No inverno de 1982, nevou pela segunda vez no Paraguai. Em novembro-dezembro de 2009, ocorreram quatro princípios de tornados, mas nunca estabelecidos em sua totalidade (é normal ver vórtices menores sobre o rio Paraná).

Dados climatológicos para Ciudad del Este
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 32 32 31 28 25 22 23 24 26 28 30 31 28
Temperatura mínima média (°C) 21 21 20 17 14 11 11 12 14 17 18 20 16
Precipitação (mm) 185,4 154,9 137,2 139,7 132,1 132,1 91,4 114,3 129,5 175,3 162,6 139,7 1 694,2
Fonte: The Weather Channel[8] 30-10-2010

Cidades Geminadas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Paraguai é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ciudad del Este