Clássico Palestrino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palmeiras versus Cruzeiro
Torcidas de Cruzeiro e Palmeiras.
Cruzeiro 35 vitória(s), 136 gol(s)
Palmeiras 33 vitória(s), 142 gol(s)
Empates 28
Total de jogos 96
Total de gols 278
editar

Clássico Palestrino é o nome dado ao clássico interestadual entre a equipe de Belo Horizonte (MG), Cruzeiro, e a equipe da cidade de São Paulo (SP), o Palmeiras.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O nome deste clássico vem do antigo nome das homônimas equipes do Società Sportiva Palestra Italia (de Minas Gerais) e do Società Sportiva Palestra Italia (de São Paulo), respectivamente os atuais Cruzeiro Esporte Clube e Sociedade Esportiva Palmeiras.

A vitória do Palestra paulista por 4 a 2 na primeira partida da história do confronto entre as equipes, disputada no Estádio do Barro Preto em 18 de maio de 1930, valeu a conquista do Troféu Lineu Prestes.[2]

Campeonato Brasileiro

No Campeonato Brasileiro, a primeira partida entre as equipes aconteceu em 2 de abril de 1967, pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa (antigo formato do atual Campeonato Brasileiro), com vitória alviverde por 3 a 2.[3] Foram 61 partidas, com 24 vitórias do Cruzeiro, 18 do Palmeiras, 19 empates, 84 gols para o Cruzeiro e 78 gols para o Palmeiras.[3] Em 1969, 1970 e 1973, os dois clubes se classificaram para os quadrangulares decisivos, sendo que em 1969 e 1973 o Palmeiras sagrou-se campeão e em 1970 sagrou-se campeão o Fluminense.[4]

O Palmeiras só venceu quatro partidas como visitante em 28 jogos disputados em Campeonatos Brasileiros. A primeira foi em 1 de novembro de 1970, por 1 a 0, com gol de Fedato; a segunda ocorreu em 13 de fevereiro de 1974, pelo mesmo placar, com gol do atacante Ronaldo; a terceira vitória foi conquistada vem 14 de setembro de 2008, também pelo mesmo placar, com gol de Diego Souza e, a quarta e última foi em 23 de setembro de 2009, com a vitória palmeirense por 2 a 1, com gols de Diego Souza e Vágner Love.[5][6]

Partidas decisivas[editar | editar código-fonte]

Finais
  • Em 1996 o Cruzeiro conquistou a Copa do Brasil ao vencer o Palmeiras.
  • Em 1998 o Palmeiras conquistou a Copa do Brasil ao vencer o Cruzeiro.[7]
  • Em 1998 o Palmeiras venceu o Cruzeiro na final da Copa Mercosul.
Mata-matas em competições da CBF
  • Em 1998 o Cruzeiro eliminou o Palmeiras nas quartas de final do Campeonato Brasileiro.
  • Em 2000 o Palmeiras eliminou Cruzeiro nas quartas de final da Copa dos Campeões.
  • Em 2015 o Palmeiras eliminou o Cruzeiro nas oitavas de final da Copa do Brasil.
  • Em 2017 o Cruzeiro eliminou o Palmeiras nas quartas de final da Copa do Brasil.
  • Em 2018 o Cruzeiro eliminou o Palmeiras na semifinal da Copa do Brasil.
Em competições da Conmebol
  • Em 1999 o Palmeiras eliminou o Cruzeiro nas quartas de final da Copa Mercosul.
  • Em 2000 o Palmeiras eliminou o Cruzeiro nas quartas de final da Copa Mercosul.
  • Em 2001 o Palmeiras eliminou o Cruzeiro nas quartas de final da Copa Libertadores da América.
  • Em 2003, Cruzeiro e Palmeiras jogaram pela primeira fase da Copa Sul-Americana, em grupo que também contava com o São Caetano, clube que se classificou para a próxima fase.

Outras estatísticas[editar | editar código-fonte]

Estatísticas em competições da Conmebol

Pela Copa Libertadores da América foram disputados 4 jogos, com 1 vitória para cada clube e 2 empates, 8 gols para o Palmeiras e 7 para o Cruzeiro.

Já pela Copa Sul-americana foi disputado 1 jogo, com vitória cruzeirense por 1 a 0.

Pela Copa Mercosul foram 11 jogos, com 5 vitórias do Palmeiras, 4 do Cruzeiro e 2 empates, com 19 gols para o Verdão e 18 gols para a Raposa.[8]

Maiores artilheiros
  1. Marcelo Ramos (Cruzeiro): 10 Gols
  2. Paulo Nunes (Palmeiras): 9 Gols[9]
Estádios mais utilizados
  1. Estádio Palestra Itália: 32 jogos
  2. Estádio do Mineirão: 31 jogos[10]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

  • Acima de 30.000.[11]
  1. Cruzeiro 1 a 0 Palmeiras, 78.814, 26 de maio de 1998, Mineirão
  2. Cruzeiro 0 a 1 Palmeiras, 74.865, 13 de fevereiro de 1974, Mineirão
  3. Cruzeiro 2 a 2 Palmeiras, 71.409, 30 de maio de 2001, Mineirão
  4. Cruzeiro 1 a 1 Palmeiras, 68.763, 14 de junho de 1996, Mineirão
  5. Cruzeiro 2 a 0 Palmeiras, 60.437, 29 de outubro de 1999, Mineirão
  6. Cruzeiro 1 a 2 Palmeiras, 59.253, 8 de novembro de 2000, Mineirão
  7. Cruzeiro 3 a 2 Palmeiras, 55.478, 22 de janeiro de 1967, Mineirão
  8. Cruzeiro 1 a 1 Palmeiras, 53.706, 14 de novembro de 1998, Mineirão
  9. Cruzeiro 0 a 0 Palmeiras, 46.882, 11 de maio de 1980, Mineirão
  10. Cruzeiro 0 a 1 Palmeiras, 46.081, 14 de setembro de 2008, Mineirão
  11. Palmeiras 2 a 0 Cruzeiro, 45.237, 30 de maio de 1998, Pacaembu
  12. Cruzeiro 1 a 1 Palmeiras, 41.660, 26 de julho de 2017, Mineirão
  13. Palmeiras 2 a 2 Cruzeiro, 37.961, 30 de outubro de 2017, Allianz Parque
  14. Cruzeiro 1 a 1 Palmeiras, 36.520, 3 de dezembro de 1969, Mineirão
  15. Cruzeiro 1 a 1 Palmeiras, 36.520, 3 de dezembro de 1969, Mineirão
  16. Cruzeiro 0 a 0 Palmeiras, 34.651, 22 de setembro de 1996, Mineirão
  17. Palmeiras 3 a 3 Cruzeiro, 32.067, 28 de junho de 2017, Allianz Parque
  18. Cruzeiro 1 a 1 Palmeiras, 30.645, 1 de dezembro de 1970, Mineirão
No Estádio Palestra Itália
  • Acima de 20.000.
  1. Palmeiras 1 a 2 Cruzeiro, 29.636, 19 de junho de 1996
  2. Palmeiras 3 a 1 Cruzeiro, 29.540, 26 de dezembro de 1998
  3. Palmeiras 1 a 0 Cruzeiro, 28.959, 29 de dezembro de 1998
  4. Palmeiras 2 a 1 Cruzeiro, 28.503, 22 de novembro de 1998
  5. Palmeiras 2 a 3 Cruzeiro, 28.317, 26 de novembro de 1998
  6. Palmeiras 0 a 0 Cruzeiro, 23.811, 12 de novembro de 1975
  7. Palmeiras 2 a 1 Cruzeiro, 20.612, 17 de setembro de 2005

Referências

  1. «Rede Record - Site R7». Consultado em 10 de novembro de 2014. Arquivado do original em 10 de novembro de 2014 
  2. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio. «Cruzeiro». Porcopédia. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  3. a b FUTPÉDIA, Equipe do site. «Cruzeiro x Palmeiras - Brasileiro Unificado». Futpédia. Consultado em 11 de novembro de 2014 
  4. «Adversários - Palmeiras». CruzeiroPédia.com. 22 de outubro de 2014. Consultado em 11 de novembro de 2014 
  5. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio (24 de outubro de 2010). «Todos Jogos Cruzeiro». Porcopédia. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  6. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio (24 de outubro de 2010). «Cruzeiro». Porcopédia. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  7. «Adversários - Palmeiras». CruzeiroPédia.com. 22 de outubro de 2014. Consultado em 10 de novembro de 2014 
  8. KAMERS, Fernando e TATU, Fábio (24 de outubro de 2010). «Cruzeiro». Porcopédia. Consultado em 10 de novembro de 2014 
  9. «Adversários - Palmeiras». CruzeiroPédia.com. 22 de outubro de 2014. Consultado em 10 de novembro de 2014 
  10. «Adversários - Palmeiras». CruzeiroPédia.com. 22 de outubro de 2014. Consultado em 10 de novembro de 2014 
  11. RIBEIRO, Henrique, Blog Almanaque do Cruzeiro - Todos os confrontos entre Cruzeiro e Palmeiras, matéria editada em 27 de julho de 2012 e disponível em 10 de novembro de 2014