Clelio Campolina Diniz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Clélio Campolina Diniz)
Ir para: navegação, pesquisa
Clelio Campolina Diniz
Clélio Campolina Diniz, na transmissão de cargo de ministro (José Cruz/Agência Brasil)
Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação do  Brasil
Período 17 de março de 2014
até 1º de janeiro de 2015
Presidente Dilma Rousseff
Antecessor(a) Marco Antonio Raupp
Sucessor(a) Aldo Rebelo
Nascimento
Esmeraldas

Clelio Campolina Diniz (Esmeraldas) é um engenheiro mecânico brasileiro.[1]

É graduado em engenharia mecânica pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1970), graduado em Engenharia de Operação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1967), especializado em Desarollo y Planificación pelo Instituto Latinoamericano de Planificacion Económica y Social que é uma divisão da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe[2] (1971), mestrado em ciência econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1978), doutorado em ciência econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1987) e pós-doutorado pela Universidade Rutgers (1991).

É ex-reitor da Universidade Federal de Minas Gerais e foi convidado por Dilma Rousseff a ocupar o Ministério de Ciência e Tecnologia em 13 março de 2014. No segundo mandato de Dilma, Clelio foi substituído por Aldo Rebelo, ex-ministro dos Esportes.

No dia 12 de maio de 2015 recebeu o prêmio Bom Exemplo. O referido prêmio valoriza ações e trajetórias em cidadania, cultura, educação, esporte, inovação e meio ambiente e destaca a personalidade do ano. A iniciativa é uma parceria entre TV Globo Minas, Fundação Dom Cabral, Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e jornal O Tempo[3][4][5].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]