Clínica Tavistock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde maio de 2018).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

Clínica Tavistock (Tavistock Clinic) é uma clínica especializada em psicoterapia analítica. Ela foi criada em 1920, em Londres, sendo uma das mais famosas clínicas na história da psicanálise e na Inglaterra, por três épocas. A primeira época diz respeito ao seu fundador – Dr. Hugh Crichton Miller – neurologista que inventou um tratamento específico para tratar as neuroses de guerra dos soldados ingleses. Na segunda época, com o Diretor Dr. Stherland, foi incorporada ao Serviço Nacional de Saúde Britânica (National Health Service - NHS), em 1948. Entre os psicanalistas que por lá passaram, destacam-se: John Bowlby, John Rockman, Esther Bick, Michael Balint, Wilfred Bion, Donald Meltzer, Neville Symington, Donald Woods Winnicott e Jonh Steiner. A Clínica Tavistock tem influências dos psicanalistas de Viena e de Zurique. Sigmund Freud foi vice-presidente, bem como Carl Gustav Jung. Em 1947, John Bowlby foi o diretor médico. Essa instituição rapidamente tornou-se conhecida internacionamente como líder em teorias de Saúde mental e tratamentos. A Clínica Tavistock e a Clínica Portman juntaram-se em 1994 e, em 2006, combinadas tornaram-se a Tavistock and Portman NHS trust. Atualmente, Tavistock and Portman NS Foundation Trust é um instituto especializado em saúde mental no norte de Londres. Agora, atua com Assistência Social e Saúde Mental. A entidade ganhou reputação internacional nessas áreas e é constituída por serviços clínicos, educação profissional e investigação científica.

História[editar | editar código-fonte]

Após a Primeira Guerra Mundial, a "Nova Psicologia" (Psicanálise) surgiu como uma alternativa à psiquiatria tradicional, que era aplicada em asilos (manicômios). O Dr. Hugh Crichton-Miller fundou a Clínica Tavistock em 1920, aplicando o que ele aprendeu tratando vítimas de traumas durante a Primeira Grande Guerra para fornecer tratamento a civis com distúrbios mentais. Embora influenciado por Freud e Jung, ele também usou sua própria experiência médica e sua fé para guiar sua abordagem. Entre as figuras mais influentes da história da Clínica Tavistock estava o Dr. Wilfred Bion. Com o colega psiquiatra do exército e psicanalista Dr. John Rickman, Bion foi pioneiro na criação de uma comunidade terapêutica para soldados. Essas inovações levaram a métodos experimentais de aprendizado e liderança que mudaram a forma como a Clínica foi organizada. Adotou um modelo democrático em que todos os cargos de direção eram eleitos. Isso continuou até que se tornou um Instituto do NHS (National Health Service[1]) em 1994. Equipes multidisciplinares - incluindo psiquiatras, psicólogos clínicos e educacionais, assistentes sociais e psicoterapeutas infantis - compartilham a responsabilidade clínica em vez de submetê-las a psiquiatras. Na formação de pós-graduação, a aprendizagem tornou-se principalmente uma discussão face a face de material clínico ou teórico apresentado nos seminários.

Outra figura importante, o Dr. John Bowlby, estabeleceu o primeiro treinamento britânico em psicoterapia infantil, liderado por Esther Bick, que incluiu um novo método de observação infantil naturalista que agora é parte essencial da psicoterapia infantil e da maioria dos treinamentos de psicoterapia psicanalítica. O Instituto cresceu e se tornou o maior treinador de psicoterapeutas infantis no Reino Unido, assumindo um papel de liderança na abordagem da escassez nacional de profissionais treinados através de colaborações em todo o Reino Unido. Os cursos de observação psicanalítica altamente bem sucedidos originalmente estabelecidos por Martha Harris continuam a atrair estudantes de todo o mundo e foram replicados em centros internacionais.

Em 1949, Bowlby começou a fazer terapia familiar, um método quase inédito em qualquer outro lugar. Na década de 1970, ele passou a apoiar o treinamento criado pelo Dr. John Byng Hall e Rosemary Whiffen. Abraçando as idéias de Gregory Bateson, Salvador Minuchin, Mara e Selvini Palazzoli, a terapia sistêmica no Tavistock tornou-se internacionalmente respeitada, tanto por seu treinamento como fonte de escrita e pesquisa. O curso de qualificação em terapia familiar, o primeiro no Reino Unido, continua sendo realizado anualmente desde 1975.[2]

Na década de 1970, o Dr. David Malan liderou a pesquisa sobre o processo de psicoterapia breve com adultos usando gravadores de vídeo. Seu livro de 1976, Psicoterapia Individual e a Ciência da Psicodinâmica (Individual Psychotherapy and the Science of Psychodynamics), tem sido um best-seller global. Mais recentemente, o Tavistock Adult Depression Study (TADS) foi o primeiro estudo controlado randomizado no NHS a estabelecer se a psicoterapia psicanalítica de longa duração fornece alívio para pacientes que sofrem de depressão crônica não auxiliada por outros tratamentos. Publicado em 2015, a pesquisa mostrou uma melhora marcante e duradoura para aqueles que recebem psicoterapia psicanalítica, demonstrando os benefícios de abordar as questões pessoais e psicológicas subjacentes à depressão crônica.

[3]

Referências

  1. Choices, N. H. S. (28 de setembro de 2009). «Overview - Tavistock and Portman NHS Foundation Trust - NHS Choices». Consultado em 6 de maio de 2018 
  2. «Tavistock Institute of Human Relations and Tavistock Clinic: A Conversation Between two Archives - TIHR Archive Project». TIHR Archive Project (em inglês). 11 de outubro de 2017 
  3. «The Tavistock and Portman NHS Foundation Trust». tavistockandportman.uk (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2018