Clarice Starling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Clarice Starling
Nascimento 23 de dezembro de 1963
Origem Estados Unidos Norte-americana
Sexo Feminino
Cabelo Moreno
Olhos Azuis
Actividade(s) Agente do FBI
Especialidade(s) Bachelor of Arts, Criminologia e Psicologia
Universidade da Virgínia
Família Órfã de pai aos dez anos
Criado por Thomas Harris
Filme(s) O Silêncio dos Inocentes
Hannibal
Dragão Vermelho
Interpretado por Jodie Foster
(O Silêncio dos Inocentes)
Julianne Moore
(Hannibal)
Kim Cattrall
(Dragão Vermelho)
Masha Skorobogatov
(como criança em O Silêncio dos Inocentes)
Projecto Literatura  · Portal Literatura

Clarice M. Starling é uma personagem fictícia dos romances The Silence of the Lambs e Hannibal, do escritor norte-americano Thomas Harris.

Na adaptação cinematográfica de The Silence of the Lambs (ou O Silêncio dos Inocentes), Clarice é interpretada por Jodie Foster, enquanto que na adaptação de Hannibal seu papel é realizado por Julianne Moore.


História[editar | editar código-fonte]

Clarice nasceu em 23 de dezembro de 1963 no interior do estado de Virginia. Teve uma infância sem regalias, mas mesmo assim não lhe faltava nada. É a única menina de mais três irmãos. Quando criança, seu pai lhe trazia SNO Balls e gostava de comer os gomos das laranjas os quais ele descascava com o canivete. Essas memórias surgem no livro Hannibal como uma parte importante do enredo. Sua vida mudou quando seu pai foi morto repentinamente por dois assaltantes os quais ele reconheceu, mas não teve sorte. Como resultado, a família de Clarice se dividiu e ela nunca mais viu a mãe ou os irmãos. Clarice foi morar na casa de um tio, em uma fazenda. Contudo, ela sempre escutava o som dos cabritos indo para o abate. Antes de uma data tradicional importante, Clarice soltou todos os cabritos durante a madrugada e fugiu com uma égua cega chamada Hannah. Foi apanhada logo pela manhã e seu tio a mandou para um orfanato luterano, onde ela viveu até ir para a faculdade. Clarice tinha uma ânsia de sucesso extremamente forte, por isso estudou muito durante sua vida para ser sempre a primeira da classe. Se formou em Psicologia e em mais uma modalidade de Direito e então entrou em Quantico, na Academia do FBI. Enquanto estava em treinamento, foi chamada para tentar fazer com que o doutor Hannibal Lecter cooperasse com um questionário. Mais do que isso, Clarice conseguiu conquistar a simpatia do canibal e ele lhe agraciou com um presente de Dia dos Namorados o qual garantiu que ela permanecesse no caso de Buffalo Bill. Através de suas pistas, Clarice se depara com o próprio serial killer Buffalo Bill e consegue matá-lo. Após a fuga de Hannibal, Clarice deseja apenas vê-lo mais uma vez. Ela mesma não sabe se é para matá-lo, prendê-lo ou, na mais relevante das hipóteses, amá-lo. Sete anos depois, a carreira de Clarice no FBI decaiu muito e ela chegou a entrar para o Guiness Book como a agente que mais matou pessoas. Desolada, ela é posta novamente no caso Lecter quando ele volta a assombrá-la. Clarice tem que suportar toda a arrogância de seus chefes, além de ver com seus próprios olhos uma conspiração para que Mason Verger, uma antiga vítima do doutor Lecter que agora se encontra deformado mas que ainda não deixou de ser um pedófilo, ponha as mãos no canibal antes do FBI. Ela acaba indo contra todas as ordens e apreendendo o doutor Lecter ao invadir a mansão Verger e retirá-lo de lá. O final é diferente do filme e do livro. No filme, podemos perceber que Clarice tem grande respeito e admiração pelo doutor ao deixá-lo ir após ele ter cortado a própria mão para não machucá-la e poder fugir. Já no livro, percebemos que Hannibal, por ter dado a atenção que Clarice sempre quis ainda em adaptação cinematográfica de The Silence of the Lambs (ou O Silêncio dos Inocentes) e por ter permitido sua vingança contra um de seus mais estúpidos companheiros, se tornou o amor de sua vida.