Classe Júpiter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Classe Júpiter
Visão geral    Bandeira da marinha que serviu
Nome Classe Júpiter
Operador(es) Naval Jack of Portugal.svg Portugal
Moçambique Moçambique
Construtor(es) Estaleiros Navais do Mondego (Figueira da Foz)
Unidade inicial NRP Júpiter (1965)
Unidade final NRP Urano (1965)
Lançamento 1965
Em serviço 1965 - 1975
Características gerais
Tipo Lancha de fiscalização pequena
Deslocamento 43,5 t
Comprimento 21 m
Boca 5 m
Calado 1,3 m
Propulsão 2 motores diesel de 1270 bhp
2 veios
Velocidade 20 nós
Armamento 1 peça Oerlikon de 20 mm
1 lança-foguetes múltiplo de 37 mm
Tripulação 8

A classe Júpiter foi um modelo de lanchas de fiscalização pequenas (LFP), ao serviço da Marinha Portuguesa, entre 1965 e 1975.

As lanchas foram construídas nos Estaleiros Navais do Mondego, na Figueira da Foz, sendo baptizadas com nomes de planetas.

A maioria das embarcações da classe foram atribuídas à Esquadrilha de Lanchas do Niassa, baseada em Metangula, Moçambique. Para isso, foram organizadas complexas operações de transporte, por caminho de ferro e por estrada, para as fazer percorrer as centenas de quilómetros que separavam os portos do Índico do lago Niassa. No Niassa, as lanchas participaram em missões de vigilância e de proteção das águas portuguesas do lago, contra as forças da Frelimo e da Tanzânia, bem como em missões de transporte e de apoio aos fuzileiros navais e missões de cooperação com o Exército, Força Aérea e forças do Malawi.

Em 1975, as lanchas foram cedidas à nova República Popular de Moçambique.

Unidades[editar | editar código-fonte]

Número de amura Nome Comissão Observações
P 1132 NRP Júpiter 1965 - 1975
P 1133 NRP Vénus 1965 - 1975
P 1134 NRP Marte 1965 - 1975 Lago Niassa
P 1135 NRP Mercúrio 1965 - 1975 Lago Niassa
P 1136 NRP Saturno 1965 - 1975 Lago Niassa
P 1137 NRP Urano 1965 - 1975 Lago Niassa

Referências[editar | editar código-fonte]