Classe Wasp

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Incêndio no USS Wasp (CV-7) após ser atingido por três torpedos do submarino japonês I-19 (15 de setembro de 1942) .

Classe Wasp identifica uma classe de porta-aviões da Marinha dos Estados Unidos da América.

Porta-aviões[editar | editar código-fonte]

O Wasp foi um navio experimental, foi construído pelo estaleiro Bethlehem Shipbuilding Co. em Quincy, Massachusetts. A classe foi descontinuada em consequência do desenho deficiente da embarcação.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

  • Tipo: porta-aviões leve
  • Tonelagem: 19 116 t (carga total)
  • Propulsão: turbinas a vapor, 2 eixos, 75 000 shp, 29,5 nós de velocidade
  • Tripulação: 1 800
  • Blindagem: nenhuma
  • Armamento: 8 canhões simples 5/38 DP, 16 canhões de 1.1 polegadas AA, 24 metralhadoras calibre.50 AA
  • Aviões: 84 (projeto)
  • Conceito construtivo: Porta-aviões com menor tonelagem para atender o Tratado Naval de Washington de 1922. Destinado a substituir inicialmente o USS Langley (CV-1).[1]
  • Desenho: Baseado na classe Yorktown em escala reduzida. Não se mostrou um projeto satisfatório, o navio era menos protegido e vulnerável a ataques de submarinos.[1]

Referências

  1. a b c David McLellan. «CV-7 History» (em inglês). Tripod.com. Consultado em 24 de junho de 2012 
  2. «USS Wasp CV-7» (em inglês). U.S. Carriers. Consultado em 24 de junho de 2012 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Classe Wasp


Ícone de esboço Este artigo sobre Porta-aviões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.