Claudinei Cardoso Félix da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nei
Informações pessoais
Nome completo Claudinei Cardoso Félix da Silva
Data de nasc. 6 de dezembro de 1985 (30 anos)
Local de nasc. Bragança Paulista, São Paulo (SP),  Brasil
Nacionalidade  brasileira
Altura 1, 75 m
Ambidestro
Apelido Nei[1]
Informações profissionais
Período em atividade 2005presente (11 anos)
Clube atual Flag of None.svg Sem clube
Posição Lateral-direito
Clubes de juventude
19981999
20002002
20032005
2005
Brasil Palmeiras
Brasil Bragantino
Brasil Ponte Preta
Brasil Corinthians
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2005
20052006
20072009
20102012
20132015
2016
Brasil Corinthians B
Brasil Ponte Preta
Brasil Atlético-PR
Brasil Internacional
Brasil Vasco da Gama
Brasil Paraná
0000 0000(0)
0026 0000(0)
0056 0000(1)
0156 0000(5)
0034 0000(0)
0014 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de abril de 2016.

Claudinei Cardoso Félix da Silva,[2] mais conhecido como Nei (Bragança Paulista, 6 de Dezembro de 1985),[3] é um futebolista brasileiro que joga como lateral-direito. Atualmente, está sem clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nei passou pelas categorias de base de Palmeiras, Bragantino e Corinthians, mas pela Ponte Preta que começou a ganhar destaque no futebol profissional brasileiro.

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Assim, Nei foi contratado pelo Atlético Paranaense. Em 30 de julho de 2008, Nei marcou um gol olímpico contra o Vitória, no qual a sua equipe perdeu por 2x1. Em 2009 foi um dos melhores laterais-direito do Brasileirão, quase levando o Troféu Armando Nogueira na categoria.[carece de fontes?] Suas boas atuações despertaram atenção de outros clubes do Brasil.

Internacional[editar | editar código-fonte]

No final do mesmo ano, Nei é anunciado como reforço do Internacional.[4] , depois de 157 jogos disputados e cinco gols anotados com a camisa colorada, Nei não acertou sua renovação e, portanto, saiu do Internacional. Apesar de ter sido afastado pelo técnico Fernandão para tratar de uma possível extensão contratual com a diretoria, ambos os lados acabaram não chegando a um consenso, o que fez com que, a partir de 1 de janeiro de 2013, o jogador esteja livre no mercado para equipes interessadas.[5]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em 24 de Janeiro de 2013, Nei acertou sua transferência para o Vasco da Gama[6] .

O jogador também exaltou o bom ambiente cruz-maltino, que, a despeito de seu conturbado momento político e, principalmente, financeiro, tem bastante alegria.[7] Com as mas atuações do Vasco e do jogador a torcida começou a pegar no pé com a chegada do ídolo Fagner Nei foi para o banco da equipe carioca.

Após o rebaixamento para à série B do Brasileiro, Nei foi afastado e não fez parte do elenco ao longo de 2014. Mas com a mudança de diretoria, em novembro, Nei será reintegrado para a temporada de 2015.[8]

Em 30 de dezembro de 2015, depois de três temporadas, Nei dá adeus ao clube quando terminará seu contrato. Mas, tecnicamente, a despedida já aconteceu. Após reuniões com o jogador durante as férias, a diretoria decidiu não renovar o compromisso. Com isso, ele sequer se reapresentará com o elenco no dia 6 de janeiro e ficará treinando separadamente, em casa, até o final do vínculo.[9]

Paraná Clube[editar | editar código-fonte]

Em 28 de janeiro de 2016, após encerrar seu contrato com o clube cruzmaltino, Nei foi confirmado como o 6º reforço do Paraná para a disputa Campeonato Paranaense, assinando contrato válido até o final da competição, com opção de renovar para o Campeonato Brasileiro - Série B.[10] No fim do Campeonato Paranaense Nei e mais 6 atletas foram dispensados pelo Paraná Clube.[11]

Todos os gols de Nei pelo Internacional:

Títulos[editar | editar código-fonte]

Atlético Paranaense
Internacional
Vasco da Gama

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

Internacional

Referências

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.