Clayton Moore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clayton Moore
Jack Carlton Moore
Clayton Moore como Lone Ranger, montando o cavalo Silver em exibição pública em 1967
Nascimento 14 de setembro de 1914 (102 anos)
Chicago, Illinois, Estados Unidos
Morte 28 de dezembro de 1999
West Hills, Los Angeles

Califórnia

Residência Calabasas, California
Cônjuge Mary Moore (1940-1942)
Sally Allen (1943-1986)
Connie Moore (1986-1989)
Clarita Moore (1992-1999)
Ocupação 1934–1999
Magnum opus Lone Ranger na série de TV homônima

Clayton Moore (1914-1999) foi um popular ator, que ficou famoso ao interpretar o herói mascarado Cavaleiro Solitário (Lone Ranger) na série de TV homônima entre 1949 a 1957. No Brasil, o personagem foi intitulado equivocadamente por Zorro, curiosamente, o ator interpretou um um descendente de Dom Diego que assume o manto do Zorro no seriado Ghost of Zorro da Republic Pictures (1949)[1].


Moore foi trapezista e dublê antes de iniciar sua carreira de ator em seriados da Republic Pictures, na década de 1940, mas o sucesso veio a partir de 1949, quando se tornou um dos pioneiros da Televisão americana, ao protagonizar interpretar The Lone Ranger, que também havia sido adaptado pelo estúdio, em dois seriados cinematográficos: The Lone Ranger (1938) e The Lone Ranger Rides Again (1939), esse último estrelado por Robert Livingston, que também interpretou o Zorro em The Bold Caballero, o que pode ter ajudado a confundir ambos os personagens no Brasil.[1] .

Com o fim da série, em 1957, Clayton passou a fazer aparições públicas beneficentes, sempre vestido como o personagem.

Em 1979, o detentor da marca Ranger, Jack Wrather, obteve ordem judicial que proibia Moore de continuar a fazer aparições públicas vestido de The Lone Ranger [2]. Wrather pretendia fazer um filme com nova versão da história e achava que as exibições de Moore na aparência clássica poderiam atrapalhá-lo. Também não queria que o antigo astro, já com 65 anos, achasse que poderia estrelar o novo filme. Essa ação se mostrou um desastre de relações públicas. Moore respondeu mudando seu traje e passando a usar uma máscara diferente e óculos escuros e processou Wrather. Em 1985 ele venceu a questão e voltou a usar a máscara do Lone Ranger. O filme de Wrather, The Legend of the Lone Ranger, foi lançado em 1981 e fracassou tanto para a crítica quanto nas bilheterias.

Clayton Moore, que foi casado quatro vezes, morreu próximo do fim do ano de 1999, em 28 de dezembro, em Los Angeles, as 9h20m da manhã, deixando órfãos muitos fãs do Vigilante Mascarado.

Filmografia (parcial)[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Nano Souza (08/08/2013). «Zorro e Cavaleiro Solitário - Uma Confusão à Brasileira». HQManiacs. 
  2. «Who's That Masked Man? Hi-Yo-It's Clayton Moore!». The Los Angeles Times [S.l.: s.n.] 1985-01-15. Consultado em 01-11-2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]