Perdigão (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cleilton Eduardo Vicente)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Perdigão
Informações pessoais
Nome completo Cleilton Eduardo Vicente
Data de nasc. 28 de junho de 1977 (42 anos)
Local de nasc. Curitiba (PR), Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1,68 m
destro
Apelido Perdigão
Informações profissionais
Período em atividade 1995–2011 (16 anos)
Clube atual aposentado
Posição meia
Clubes de juventude
1995 Paraná Clube
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1995–1996
1997–1998
1999
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2005–2007
2007
2008
2009
2010
2011
2011
Paraná
Atlético Paranaense
Belenenses
Londrina
Atlético Paranaense
Joinville
Marília
Náutico
Caxias
15 de Novembro
Internacional
Vasco da Gama
Corinthians
São Caetano
Mixto
São José-PR
Guarulhos

013 0000(2)
09 00000(0)

08 00000(1)


07 00000(0)
00 00000(0)
016 0000(0)
092 0000(1)
029 0000(0)
022 0000(0)



Seleção nacional
1997 Brasil Sub-20


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2010.

Cleilton Eduardo Vicente,[1] mais conhecido como Perdigão (Curitiba, 28 de junho de 1977[2]), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como meia.

Recebeu este apelido em virtude de seu pai trabalhar na empresa Perdigão S.A., durante sua infância.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a jogar futebol aos 9 anos de idade[3] nos times de base do Esporte Clube Pinheiros, clube este que em dezembro de 1989 seria extinto para a criação do Paraná Clube. Seu primeiro contrato profissional foi pelo Paraná Clube, participando do elenco em 1995 e 1996 e tornando-se bi-campeão paranaense.[4]

Atlético Paranaense[editar | editar código-fonte]

Pelo Clube Atlético Paranaense, foi contratado em 1997 e pelo clube teve duas passagens, no biênio 1997/98, e retornando em 2000.[4]

Clube de Futebol Os Belenenses[editar | editar código-fonte]

Ainda na temporada de 1998, foi contratado pelo clube português Clube de Futebol "Os Belenenses".[4]

Londrina[editar | editar código-fonte]

Após sua passagem pela Europa, retornou para o Brasil com um contrato no Londrina Esporte Clube.[4]

Temporadas 2001 a 2005[editar | editar código-fonte]

Entre 2001 e 2005, jogou nos clubes: Joinville, Marília, Náutico, Caxias e 15 de Novembro.[4]

Internacional[editar | editar código-fonte]

Sua passagem mais marcante no futebol foi no Internacional, sendo contratado pela equipe colorada em 2005, depois de um bom campeonato gaúcho pelo 15 de Novembro, de Campo Bom, quando foi vice-campeão com a equipe do Vale dos Sinos.

No Inter, participou dos vice-campeonatos brasileiro de 2005 e 2006 e integrou os grupo que conquistou a Copa Libertadores e o Mundial Interclubes em 2006, além da Recopa Sul-americana em 2007.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2007, o jogador foi anunciado como reforço do Vasco da Gama, assinando contrato válido até o fim de 2008.[5][6] Porém ele permaneceu no clube apenas por seis meses.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

No início de 2008 assinou contrato com o Corinthians por uma temporada,[7][8] mas não conseguiu demonstrar bom futebol nas oportunidades cedidas no time titular. No Corinthians, foi vice-campeão da Copa do Brasil de 2008 e campeão da Série B.

São Caetano[editar | editar código-fonte]

Após sua passagem pelo Corinthians, acertou com o São Caetano em abril de 2009 para ser um dos líderes do time do ABC paulista à volta para a série A.

Com a chegada do técnico Antônio Carlos, com quem trabalhou no clube de Parque São Jorge, o volante perdeu espaço no clube e sua passagem pelo São Caetano foi curta.

Temporadas 2010 e 2011[editar | editar código-fonte]

Em 2010, foi contratado pelo Mixto Esporte Clube, mas pouco atuou e em 2011, assinou contrato com o Sport Clube São José[3] para jogar a segunda divisão estadual.

Seu último clube como jogador profissional foi a Associação Desportiva Guarulhos, com um contrato em 2011.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Atuou nas seleções de base da CBF e jogou na Seleção Brasileira de Futebol Sub-20 no Campeonato Sul-Americano de Futebol Sub-20, onde foi vice-campeão, e na Copa do Mundo FIFA Sub-20 de 1997, quando a seleção foi desclassificada nas quartas-de-final pela a Argentina.[9]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Paraná
Joinville
Internacional
Corinthians

Referências

  1. ogol.com.br: Dados pessoais de Perdigão Arquivado em 14 de junho de 2013, no Wayback Machine.
  2. br.sambafoot.com: Detalhes do ex-jogador Arquivado em 8 de junho de 2009, no Wayback Machine.
  3. a b Há dois anos parado, Perdigão disputará segunda divisão paranaense Portal gaúchaZH - acessado em 10 de agosto de 2019
  4. a b c d e Olaria perto de contratar jogador que já foi Campeão Mundial Portal Tudo sobre Xanxerê - acessado em 10 de agosto de 2019
  5. «Empresário de Perdigão confirma acerto com o Vasco». 28 de Junho de 2007. Consultado em 12 de Janeiro de 2008 
  6. «Perdigão faz exames médicos na Colina». 2 de Julho de 2007. Consultado em 12 de Janeiro de 2008 
  7. «Perdigão acerta transferência para o Corinthians». 8 de Janeiro de 2008. Consultado em 12 de Janeiro de 2008 
  8. «Corinthians anuncia Perdigão». 8 de Janeiro de 2008. Consultado em 12 de Janeiro de 2008 
  9. Papo sem chuteiras: Perdigão Medium - acessado em 10 de agosto de 2019

Ligações externas[editar | editar código-fonte]