Cloreto de sódio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cloreto de sódio
Alerta sobre risco à saúde
Selpologne.jpg
Sodium-chloride-3D-ionic.png
Chlorid sodný.JPG
Nome IUPAC Cloreto de sódio
Outros nomes Sal comum; sal de cozinha
Identificadores
Número CAS 7647-14-5
PubChem 5234
ChemSpider 5044
Número RTECS VZ4725000
Propriedades
Fórmula molecular NaCl
Massa molar 58,443 g/mol
Aparência branco ou incolor
sólido ou líquido
Odor Sem Odor
Densidade 2,165 g/cm3
Ponto de fusão

801 °C (1074 K)

Ponto de ebulição

1465 °C (1738 K)

Solubilidade em água 35.6 g/100 mL (0 °C)
35.9 g/100 mL (25 °C)
39.1 g/100 mL (100 °C)
Solubilidade solúvel em glicerol, etileno glicol, ácido fórmico
insolúvel em HCl(aq)
Solubilidade em metanol 1.49 g/100 mL
Solubilidade em amônia 2.15 g/100 mL
Índice de refracção (nD) 1.5442 (589 nm)
Estrutura
Estrutura cristalina Cúbica (veja o texto), cF8
Grupo de espaço Fm3m, No. 225
Geometria de
coordenação
Octahedral (Na+)
Octahedral (Cl)
Riscos associados
Índice UE Não listado
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
1
0
 
Ponto de fulgor Não-inflamável
LD50 3000–8000 mg/kg (via oral em ratos, camundongos e coelhos)[1]
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Fluoreto de sódio
Brometo de sódio
Iodeto de sódio
Sulfeto de sódio
Hipoclorito de sódio
Outros catiões/cátions Cloreto de lítio
Cloreto de potássio
Cloreto de rubídio
Cloreto de césio
Cloreto de magnésio
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.
Célula básica da estrutura de um cristal de sal (NaCl). Note-se a ordenação dos átomos.

O cloreto de sódio, popularmente conhecido como sal ou sal de cozinha, é uma substância largamente utilizada, formada na proporção de um átomo de cloro para cada átomo de sódio. A sua fórmula química é NaCl. O sal é essencial para a vida animal e é também um importante conservante de alimentos e um popular tempero.

O sal é produzido em diversas formas: sal não refinado (como o sal marinho), sal refinado (sal de cozinha), e sal iodado. É um sólido cristalino e branco nas condições normais.

Cloreto de sódio e íons são os dois principais componentes do sal, são necessários para a sobrevivência de todos os seres vivos, incluindo os seres humanos. O sal está envolvido na regulação da quantidade de água do organismo. O aumento excessivo de sal causa risco de problemas de saúde como pressão alta.

Obtenção[editar | editar código-fonte]

Atualmente a água do mar, lagos, rios, e rochas podem conter sal.

Seu processo de fabricação é físico e não químico, dando-se por dissolução de sal gema com água quente injetada nas jazidas para a produção de salmoura. Após, procede-se a concentração, etapa que também é realizada com a água do mar e de lagos salgados, a cristalização do cloreto de sódio e a colheita e sua lavagem, e se adequado, refino e adição de compostos contendo iodo para o consumo humano.

Cloreto de sódio para uso industrial é obtido por processos mais complexos e cuidadosos que incluem etapas como as seguintes:[2]

  • Evaporação e concentração da salmoura por evaporação da salmoura de NaCl em instalações de duplo e simples efeito. Nas plantas deste processo, que incluem a produção conjunta de carbonato de sódio a fonte do vapor necessário é, na quase totalidade, obtido por um recuperador de vapor, dos líquidos quentes provenientes da fabricação de carbonato de sódio.
  • Decantação e centrifugação dos cristais obtidos de cloreto de sódio, quando a suspensão de cristais obtida é decantada e separa-se a fase líquida ("águas mães"). A fase mais densa é centrifugada, sendo separadas as restantes águas mães e obtém-se o cloreto de sódio úmido, com teor de água de 2 a 3%.
  • Secagem e peneiração do sal quando a secagem em leito fluidizado e a obtenção de granulação adequada por peneiração alimentam o processo de embalagem e o carregamento a granel do produto acabado.

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Embora a maioria das pessoas esteja familiarizada com os vários usos do sal na culinária, desconhece que a substância é utilizada em várias outras aplicações, como a manufatura de papel e a produção de sabão e detergentes.

No norte dos Estados Unidos e na Europa, grandes quantidades de sal são utilizadas para limpar as rodovias do gelo durante o Inverno pois ele corroe o gelo.

É utilizado em larga escala na produção de hidróxido de sódio, cloro, hidrogênio e indiretamente ácido clorídrico por eletrólisede sua solução aquosa (processo cloro-álcali).

O sal também é utilizado para a produção de gás cloro e de sódio metálico, através da eletrólise ignea. Além disso, este mineral é o de maior utilidade aplicada entre todos, sendo utilizado em mais de 16 mil formas diferentes.[3]

Referências

  1. Martel, B.; Cassidy, K. (2004), Chemical Risk Analysis: A Practical Handbook, Butterworth–Heinemann, p. 369, ISBN 1903996651 
  2. CLORETO DE SÓDIO - Esquema de fabricação - www.solvay.pt (em português).
  3. Salt Institute.

Ver também[editar | editar código-fonte]