Clover (criatura)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cloverfield (criatura))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Clover
Personagem fictícia de Cloverfield
Nome original Cloverfield
Criado por J. J. Abrams (Produtor)
Neville Page (Designer)

Clover é o nome dado pela produção de Cloverfield ao monstro gigante fictício que aparece no filme de 2008. A criatura foi concebida originalmente pelo produtor J. J. Abrams, e projetada pelo artista Neville Page. O monstro nunca é chamado pelo nome no filme; o nome "Cloverfield" é dado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos ao arquivo que fala dos incidentes mostrados no filme.[1]

Após o lançamento do filme o monstro se tornou o assunto de uma série de mangas, Cloverfield/Kishin, que serve de prelúdio para o filme.

Aparições[editar | editar código-fonte]

O monstro fictício de Cloverfield teve sua primeira referência no marketing viral do filme de 2008, incluindo uma gravação de seu rugido, fotos sobre o ataque de um monstro e imagens de sonar. A criatura fez sua primeira aparição completa em Cloverfield, aonde é vista devastando a cidade de Nova Iorque e é combatida pelo exército dos Estados Unidos. Também é vista em uma série de mangas de quatro partes chamada Cloverfield/Kishin de Yoshiki Togawa, que serve de prelúdio para o filme. No manga uma conexão é implícita entre o protagonista Kishin Aiba, sua mãe falecida, e a criatura.

Conceito e criação[editar | editar código-fonte]

Produtor J.J. Abrams estava visitando uma loja de brinquedos no Japão com seu filho, promovendo o filme Missão Impossível 3, e descobriu numerosos brinquedos do monstro Godzilla. O Produtor decidiu que os Estados Unidos deveriam ter seu próprio monstro, excluindo King Kong que era "adorável". Abrams explicou; "Eu queria algo que fosse apenas intenso e insano". A criatura foi introduzida no filme de 2008 Cloverfield dirigida por Matt Reeves e escrito por Drew Goddard.

A criatura foi desenvolvida pelo desenhista Neville Page. Ele procurou uma biologia racional para a criatura, porem muitas de suas idéias não foram para a tela. Page desenvolveu a criatura como imatura e sofrendo de grande ansiedade. Ele comparou a criatura a um elefante enfurecido, dizendo "Nada é mais assustador do que algo enorme e nervoso". Os efeitos especiais da criatura na tela foram criados pelo supervisor de efeitos visuais Kevin Blank e pela empresa Tippett Studio. Blank descreveu o propósito pretendido para a criatura, "Em vez de um monstro com personalidade (como Godzilla e King Kong), este é mais como um evento ou entidade".

Abrams descreveu a criatura como um "bebê" que permaneceu sob a água por centenas de anos até que emerge "Confuso, desorientado e irritado". Goddard atestou que a falta de explicação da origem da criatura no filme é proposital. Reeves descreveu a reação da criatura aos arredores, "É um novo ambiente que ele acha assustador". Para detalhar isso Reeves sugeriu a adição de branco nos olhos da criatura para se assemelhar aos olhos de um cavalo nervoso. Os criadores do filme também tiveram a idéia de adicionar parasitas que caem do monstro, porque o filme não poderia mostrar realisticamente cenas entre os protagonistas humanos e a enorme criatura.

Design do personagem[editar | editar código-fonte]

Embora "apenas um bebê", a gigantesca criatura de aproximadamente 106 metros (350 pés), é altamente resistente a projéteis e armas de fogo, incluindo fuzis, canhões, mísseis, bazucas e vários tipos de explosivos, sofrendo aparentemente nenhum dano visível mesmo de artilharia de tanques e bombardeios capazes de explodir vários quarteirões.

A criatura é coberta de parasitas que causam irritação em sua pele e se alimentam de seu sangue. Abrams descreveu os parasitas como "Horríveis criaturas do tamanho de cães que se espalham pela cidade aumentando o pesadelo"; Reeves adiciona, "Os parasitas possuem um natureza voraz, simbiôntica, caminham como caranguejos. Têm o temperamento de um cachorro, habilidade de escalar paredes e grudar a objetos."

O desenhista Neville Page, em resposta às acusações que a criatura é muito semelhante ao monstro do filme sul-coreano de 2006, O Hospedeiro, respondeu, "Eles são similares na devastação que causam e origem na água, porém o resultado final é muito diferente. Porém eu tenho que admitir que quando eu vi a arte conceitual, há varias óbvias similaridades, porem eu acho que ambos mostram possibilidades biológicas".

Referências

  1. Collura, Scott (14 de dezembro de 2007). «Exclusive: Cloverfield Director Speaks!». Consultado em 13 de fevereiro de 2008. "In the way that the Manhattan Project was the name of that program, that's what this is ... it's not a project per se. It's the way that this case has been designated. ... It's how they refer to this phenomenon [or] this case." -Matt Reeves 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]